Abrir menu principal
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde julho de 2009).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2016). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ryan em 2006.

David Ryan Adams (Jacksonville, 5 de novembro de 1974) é um cantor e compositor norte-mericano.

CarreiraEditar

Sua primeira incursão na vida musical foi na escola com a banda punk Patty Duke Syndrome, alimentado por influências como o Dead Kennedys e Sonic Youth. No entanto, após sua primeira decepção amorosa, procurou um gênero musical que poderia encarnar seus sentimentos. Neste espírito, formou a banda Whiskeytown em 1994 com Caitlin Cary, Phil Wandscher, Eric "Skillet" Gilmore e Steve Grothman.

Após apenas dois álbuns com a banda Whiskeytown, Faithless Street e Stranger's Almanac, caracterizado por mudanças pessoais, o grupo começou a desintegrar-se, em grande parte devido as diferenças pessoais e artísticas, e parte devido a uma incapacidade de oferecer aos fãs um bom show devido ao do uso de álcool e drogas excessivas. Após um período de introspecção, Adams começou a trabalhar nas suas próprias canções e aperfeiçoar sua música, por horas e horas, em bares com os amigos Gillian Welch e David Rawlings.

Impulsionado emocionalmente com o término de um namoro, Adams grava o seu primeiro disco solo no outono de 2000, o Heartbreaker , gravado em colaboração com Ethan Johns, com quem já havia trabalhado na época do Whiskeytown.

Em 10 de março de 2009, casou-se com a atriz e cantora Mandy Moore. Em 2016 anunciaram o divórcio[1]

Seu último trabalho, o disco Prisoner, foi lançado em fevereiro de 2017.

ÁlbunsEditar

Referências