Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre criaturas da mitologia grega. Para outros significados, veja Sátiro (desambiguação).

Sátiro (em grego, ΣάτυροςSátyros), na mitologia grega, era um ser da natureza com o corpo metade humano e metade bode. Equivale ao fauno da mitologia romana.

Imagem de um cílice descrevendo um sátiro com uma cauda e pênis ereto, Eufrônio, 510500 a.C., Atenas

HistóriaEditar

Na mitologia dos povos gregos, os sátiros (em grego, Σάτυροι, Sátyroi.) são divindades menores da natureza com o aspecto de homens com cauda e orelhas de asno ou cabrito, pequenos chifres na testa, narizes achatados, lábios grossos, barbas longas.

Normalmente eram-lhes consagrados o pinho e a oliveira e apesar de serem divinos, não eram imortais.

Viviam nos campos e bosques e tinham freqüentes relações sexuais com as ninfas (principalmente as Mênades, que a eles se juntavam no cortejo de Dioniso).

Sátiros na cultura popularEditar

 
Mosaico de um sátiro, encontrada em uma vila em Genazzano. Período antonino 138-192 d.C.
  • No jogo Mortal Kombat: Armageddon, Motaro e toda sua raça de Centauros foram atingidos por uma antiga maldição Shokan, que os reduziu a sátiros bípedes (muito embora eles sejam referidos oficialmente como minotauros ao invés de sátiros verdadeiros).
  • O jogo DOOM e sua sequência Doom II: Hell on Earth apresentam como personagens inimigos duas criaturas demoníacas chamadas Cavaleiro do Inferno (Hell Knight) e Barão do Inferno (Hell Baron), ambos são sátiros musculosos cujas mãos envoltas em ectoplasma verde atiram poderosas bolas de energia ou retalham outros seres com suas garras enormes.
  • A série de jogos Diablo exibe sátiros (sob o nome de Goatmen - "Homens-Bode") como poderosos inimigos mano-a-mano, retratados como aberrações infernais que misturam características humanas com bode, possivelmente inspirados na figura mítica de Baphomet.
  • No jogo God of War, os sátiros aparecem como criaturas demoníacas muito velozes que carregam uma lança que pode ser partida ao meio para transformar-se em espadas gêmeas.
  • No jogo Age of Mythology, os sátiros são unidades que atiram lanças.
  • Na Saga Percy Jackson e os Olimpianos, o personagem Grover é um sátiro que está à procura do deus .
  • No livro O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa da série As Crônicas de Nárnia, o personagem Sr. Tummus é um sátiro (sob o nome de fauno).
  • No filme Hércules da Disney, o treinador do herói (Filoctetes) é um sátiro.
  • No jogo Final Fantasy O personagem Ifrit possui muitas aparências ao longo da saga, mas todas sob o aspecto de um sátiro, embora seja representado na figura de Baphomet por ser um personagem manipulador de fogo, sua contra-parte Shiva é uma Ninfa manipuladora do gelo.
  • No filme Hércules e o Circulo de Fogo, o personagem Quíron (Kevin Atkinson) amigo e companheiro de batalhas de Hércules (Kevin Sorbo) era um sátiro imortal. Foi ferido acidentalmente pelo semideus Hércules quando este confundiu ele com o inimigo no nevoeiro, por ser imortal a ferida não causou sua morte mas também não cicatrizou por ter sido provocada por alguém com sangue imortal nas veias, após diversas tentativas frustradas enfim Hércules conseguiu encontrar a cura através de uma fagulha contendo a chama (que retira a imortalidade), replicar o círculo de fogo utilizando feno, com Quíron no centro, as chamas consumiram sua imortalidade e por consequência seu ferimento imortal, e torna-lo mortal transformando em humano completo (sem chifres e pernas de bode) o que possibilitou envelhecer e morrer com sua família humana assim como desejava.
  • No episódio "Festival de Dionísio" da Série Hércules a Lendária Jornada, Aparece os sátiros gêmeos Clarin e Cletis interpretados pelos respectivos atores gêmeos Darren Warren e Daniel Warren. O episódio começa com Hércules (Kevin Sorbo) sentado em uma taverna local, ouvindo um sátiro exigir que um velho o pague por uma aposta de algum tipo que ele perdeu. O velho insiste que não tem dinheiro, o que faz com que o sátiro se envolva fisicamente. Hércules o impede, mas então o sátiro desafia o semideus. Hércules aceita, mas em vez de uma luta, ele descobre que concordou em um concurso de bebida. Enquanto bebem, o espectador vê que o sátiro está continuamente trocando de lugar com seu irmão gêmeo, o que significa que ele está bebendo apenas metade do que Hércules, mas Hércules não sabe disso. Por fim, porém, os irmãos ficam tão bêbados que tentam se sentar ao mesmo tempo. Hércules vê isso e questiona, mas eles garantem que é apenas um deles e que ele está bêbado dizendo que Hercules está vendo dobrado Hércules percebe a farsa e tenta os unir empurrando um contra o outro, mas como Hércules está bêbado eles conseguem fugir. Em Meliad, os guardas da cidade abordam Hércules e tentam prendê-lo. Hércules resiste e uma luta começa. Hércules diz a Tirésias para impedir as pessoas de beber o vinho de Dioniso. Enquanto os guardas perseguem Hércules, ele entra em um bar e encontra os irmãos sátiros fazendo seus truques habituais. Eles entram em pânico, mas ele garante que não quer lutar, desde que possam ajudá-lo a atrasar os guardas. Como eles não querem ter rixa com Hércules, concordam, e quando os guardas entram, começa uma briga de bar.
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Sátiro