Abrir menu principal

Sérgio Valle Duarte

Artista Multimedia
Sérgio Valle Duarte
London 1976
Nascimento 26 de setembro de 1954 (65 anos)
São Paulo (Brasil) São Paulo
Nacionalidade brasileiro - Brasil Brasil
Ocupação artista multimídia

fotografo brasileiro

Movimento estético Arte contemporânea, Bioarte
Assinatura
Sempre autenticada com a impressão do polegar no verso das obras

Sergio Valle Duarte (São Paulo, 1954), conhecido também como Sergio Duarte, é um artista multimídia que também se dedica a Fotografia Fine Art.

BiografiaEditar

Sergio Valle Duarte nasceu em 26 de setembro de 1954. Autodidata, vive e trabalha em São Paulo.[1]

De 1972 até 1974 Duarte trabalhou como ator em filmes comerciais para Campari e para Nestlé, produzidos pela Lynxfilm.

Por causa da ditadura, em 1976 mudou-se para Londres onde trabalhou inicialmente como assistente na Rex Features, International Photographic Press Agency.

Fotógrafo free-lance, se dedicou principalmente a seguir os grupos musicais [2] The Who, Tangerine Dream, Genesis, Deep Purple, ZZ Top. Em 1977 a revista Geração Pop da Editora Abril publica um ensaio fotografico exclusivo sobre os Rolling Stones que Duarte fez em Londres; em seguida ele trabalhou na Europa e Americas com as revistas Interview, Playboy, Vogue, Sony Style (1978-1990). Simultaneamente ele colaborou com o The Image Bank - Getty Images, no período de 1980 a 2005 e com as revistas de arte fotográfica [3] Collector's Photography U.S.A. junho agosto 1987 - Zoom França Special Brasil 2, edição 121 abril 1984 - Zoom Italia, Edição 61, junho 1986 e edição 139, novembro dezembro 1995 - Newlook França, edição 26 outubro 1985 - Newlook U.S.A. Edição de aniversário maio 1986 - Playboy Brasil edição 124, novembro 1985.

Como Artista, desde 1970, participou da visionária exposição multimidia da Fundação Armando Alvares Penteado, curadoria Deysi Piccinini Arte Novos Meios Multimeios 70/80 , com o projeto Video Oil [4], também da Exposição A trama do Gosto um outro olhar sobre o cotidiano, na instalação de Julio Plaza Diversões Eletrônicas com o Projeto Video Hipnose, com a parceria de André Geraissati na Fundação Bienal, São Paulo, 1985 [5] e da Primeira Quadrienal de Fotografias, com curadoria de Paulo Klein no Museu de Arte Moderna de São Paulo, 1985 [6]. Duarte trabalha utilizando também novas tecnologias empregando imagens digitais e eletrograficas, intuindo, em seu trabalho nos anos setenta, a leitura completa do DNA e como sequência natural a escrita, do mesmo no futuro. Devido a isso ele anexou a seus retratos fios de cabelo dos modelos, para permitir uma futura clonagem Bioarte [7] [8]

como aconteceu com a top model Gianne Albertoni. Este trabalho foi denominado pelo artista Eletrografias e Fotografias com Fios de Cabelo para Futura Clonagem : este, entre outros, esta nas coleções permanentes de museus europeus e brasileiros.

Nos anos 1980 em Paris, conhece Joseph Pace, fundador da corrente artística e filosófica do Filtranismo e, em 1990, Duarte adere ao grupo ampliado dos Filtranistas[9].

Duarte inspira-se à tradição surrealista[10], na sua fantasia cromática e na riqueza de detalhes da sua obra que reside a sua originalidade. Irreverente, mas sem dramaticidade, com uma jocosa ironia a obra de Sérgio Duarte esta sempre em movimento, dançando, voando, contorcendo como querendo extravasar o enquadramento[11]. Autentica cada obra pondo a impressão do polegar.

Devido a um vazamento no telhado do estúdio do artista a Rua Primavera durante uma tempestade de verão no final dos anos noventa, grande parte do trabalho foi destruída, é raro encontrar obras análogas deste período.

De 2005 a 2015 também colabora como curador da arte brasileira na seleção de artistas para a Biennale Internazionale d'Arte Contemporanea de Florença [12] [13] [14]e com a Feira de Arte de Padova (Itália).

Valle Duarte dedica o seu trabalho de expressão pessoal interpretando livremente temas sacros e profanos.

 
Periperial strip photography portré de Sergio Valle Duarte, New York 1990 - Por Andrew Davidhazy, Rochester Institute of Technology

Acervos importantesEditar

GaleriaEditar


BibliografiaEditar

Referências

Ligações externasEditar