Síndrome do encarceramento

Síndrome do encarceramento é uma rara condição, na qual os movimentos do corpo inteiro são paralisados, com exceção dos olhos, mas as faculdades mentais se mantêm perfeitas. Ela ocorre devido à incapacidade do cérebro de comunicar-se com os músculos, devido à fraca recepção dos impulsos elétricos pelas fibras musculares. Em alguns casos, a síndrome causa paralisia total, apresentando um quadro semelhante à morte cerebral; em outros, o paciente consegue mover os olhos verticalmente e eventualmente as pálpebras. Atualmente, a condição é incurável, e a grande parte dos portadores morre no primeiro ano após entrar na condição.

Síndrome do encarceramento
CerebellumArteries.jpg
Especialidade neurologia
Classificação e recursos externos
CID-10 G46.3
CID-9 344.81
MeSH D011782
A Wikipédia não é um consultório médico. Leia o aviso médico 

Um software chamado Dasher, associado a um processo que rastreia as piscadas, permite que as vítimas dessa síndrome se comuniquem.[1]

CausasEditar

É causada por danos em porções especificas do cérebro.

Referências

  Este artigo sobre patologia é um esboço relacionado ao Projeto Saúde. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.