SAP SE (FWBSAP, NYSE: SAP) é uma empresa de origem alemã, criadora de softwares de gestão de empresas. Ao longo de quatro décadas, a SAP evoluiu de uma empresa pequena e regional na cidade de Walldorf para uma organização de alcance mundial. Hoje, a SAP é líder global de mercado em soluções de negócios colaborativos e multiempresas. Seu principal produto, que empregava 74 497 pessoas em 2015, é o sistema integrado de gestão empresarial (ERP) SAP ERP.[4]

SAP SE
SAP SE
Empresa de capital aberto
Slogan Run Simple[1]
Cotação
Atividade Software corporativo
Fundação 1972 (1972) em Weinheim, Alemanha
Fundador(es)
Sede Walldorf,  Alemanha
Área(s) servida(s) Mundo
Pessoas-chave
  • Hasso Plattner (Presidente do conselho de administração)
  • Christian Klein (Diretor executivo)
Empregados 103.142 (Q1 2021)[2]
Lucro Aumento 5.280 bilhões (2020)[3]
Faturamento Aumento 27.338 bilhões (2020)[3]
Website oficial www.sap.com

História editar

A SAP começou suas atividades em 1972, em Walldorf, Alemanha, quando cinco engenheiros, ex-funcionários da IBM (Dietmar Hopp, Hans-Werner Hector, Hasso Plattner, Klaus Tschira e Claus Wellenreuther), decidiram criar sua própria empresa de desenvolvimento de sistemas: a SAP AG. Pretendiam desenvolver um software aplicativo padrão para processos de negócios em tempo real.[5]

O nome da empresa era temporariamente uma abreviação de (em alemão) Systeme, Anwendungen und Produkte in der Datenverarbeitung (em inglês: Systems, Applications and Products in Data Processing, em português: Sistemas, Aplicativos e Produtos para Processamento de Dados).

Primeira aplicação editar

Um ano depois, o primeiro componente de contabilidade financeira estava pronto, formando a base para o contínuo desenvolvimento de outros componentes de software para aquilo que mais tarde veio a ser conhecido como sistema R/1. O “R” é a primeira letra de real-time data processing (processamento de dados em tempo real).[5]

Perto do fim da década, o exame exaustivo do banco de dados IBM da SAP e do sistema de controle de diálogo levaram ao nascimento do SAP R/2 (Realtime System Version 2), o primeiro produto importante da SAP, um conjunto de módulos de software destinado a mainframes, que em 1995 já era utilizado por mais de 2 000 empresas.

À medida que novos conceitos iam surgindo no campo da informática, a SAP ia atualizando seu produto, até que em 1999, as primeiras aplicações do SAP R/3 foram apresentadas numa conferência em Hanôver, Alemanha.

R/2 e R/3 não representam versões de um mesmo sistema. Na verdade, trata-se de produtos diferentes. O R/2 era um conjunto de módulos de software destinado a mainframes, enquanto o R/3 foi desenvolvido para o ambiente cliente/servidor. Nesse ambiente algumas estações (clientes) solicitam serviços, enquanto outras atendem, realizando determinados tipos de processamento ou compartilhando recursos, tais como impressoras, arquivos e bancos de dados.

O SAP R/3 é um sistema que oferece um conjunto de módulos com diversas aplicações de negócio. Os módulos são integrados e contêm a maior parte das funcionalidades necessárias a grandes empresas, incluindo manufatura, finanças, vendas e distribuição e recursos humanos. Cada módulo é responsável por mais de 1 000 processos de negócio, sendo cada um deles baseado em práticas consagradas no mundo dos negócios. A configurabilidade do sistema é possibilitada por 8 000 tabelas que administram desde a estrutura corporativa até a política de descontos oferecidos aos clientes. O sistema oferece o processamento de informações verdadeiramente em tempo real.

Em 1995, a SAP tinha mais de 6 600 colaboradores ao redor do mundo e ocupava a quinta posição no ranking das empresas de software e liderava o mercado de softwares para ambiente cliente/servidor. Naquele mesmo ano, a SAP chegou ao Brasil. Todos os softwares comercializados passam por um processo chamado de localização, ou seja, adequação do sistema para atender à legislação do país, de modo que possam ser corretamente utilizados. Hoje, a SAP Brasil é uma das maiores subsidiárias da SAP em todo o mundo, com 1500 funcionários. Desde 2020, é presidida por Adriana Aroulho.[6]

Hoje, 293 000 empresas em 190 países têm o produto da SAP implementado.[7] Um dos motivos do sucesso da SAP é o montante investido em pesquisa e desenvolvimento e as alianças estratégicas que forma com outros desenvolvedores de sistemas. Estes parceiros criam add-ons (programas complementares) que adicionam funcionalidades ao software de gestão. Este tipo de união permite que a SAP concentre seus esforços nos seus principais produtos.

Em dezembro de 2011, a SAP SE fez um acordo para adquirir a SuccessFactors Inc. por 3,4 bilhões de dólares (52% a mais do que o preço de fechamento das ações em 2 de dezembro de 2011). Com a aquisição, a SAP SE se tornou ainda mais competitiva contra a Oracle Corporation, no mercado de cloud computing.[8]

 
Prédio da SAP Brasil, em São Leopoldo, Rio Grande do Sul

Organização editar

Desde Outubro de 2019, Jennifer Morgan e Christian Klein foram apontados como co-CEOs da SAP.[9] Em abril de 2020, Jennifer Morgan deixa a co-liderança da empresa e Christian Klein assume integralmente a função de CEO. [10]

Referências

  1. (em inglês) Run Simple. What does new tagline mean for SAP customers?, tagetik.com, recuperado 1 outubro 2015
  2. «SAP Quarterly Statement Q1 2021» (PDF). SAP SE. Consultado em 22 de abril de 2021 
  3. a b «SAP Q4 2020 Quarterly Statement» (PDF). SAP SE. Consultado em 22 de abril de 2021 
  4. «A História da SAP: de Fornecedora iniciante de software a líder global de mercado» 🔗. Sap.com. Consultado em 7 de outubro de 2007 
  5. a b «Histórico SAP». SAP History. Sap.com. Consultado em 29 de setembro de 2021 
  6. CEO da SAP promove liderança feminina em mercado dominado por homens. Por Fernanda de Almeida. Forbes, 25 de maio de 2023.
  7. «SAP: Business in Brief». Sap.com 
  8. «SAP Challenges Oracle With $3.4 Billion SuccessFactors Purchase» (em inglês). News.businessweek.com. 4 de dezembro de 2011 
  9. «SAP Sets Course with Next-Generation Leadership Team | SAP News». SAP News Center. 10 de outubro de 2019. Consultado em 11 de outubro de 2019 
  10. «Jennifer Morgan deixa comando da SAP e Christian Klein passa a ser único CEO». Computerworld. 21 de abril de 2020. Consultado em 26 de outubro de 2020 

Ligações externas editar

  Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.