Sadiates II

Sadiates foi o terceiro rei da Lídia da dinastia Mermnada. O seu reinado durou aproximadamente de 625 a.C. até 600 a.C.

Sadiates II
Nascimento século VII a.C.
Morte 617 a.C.
Sárdis
Progenitores
Cônjuge Desconhecido
Filho(s) Alíates

Contexto históricoEditar

Este Sadiates, que foi o terceiro rei lídio é pouco conhecido. O seu avô Giges tinha beneficiado da queda do imperio frígio e do rei Midas às mãos dos Cimérios para criar um reino próspero, e o seu pai Ardis teve possibilidades de mantê-lo. Sadiates também herdou uma política exterior bem definida: aceitar o poder Assírio a Este, inclusive, pagar-lhe tributo, e para ter boas possibilidades de expansão a Oeste, tinha as cidades gregas na costa da Ásia Menor.

Um reinado quase desconhecidoEditar

O historiador grego Heródoto de Halicarnasso, escreveu no primeiro livro de “Os nove livros de História” que Sadiates governou a Lídia durante 12 anos. Este periodo, no entanto parece demasiado curto, para alguns um reinado de 25 anos parece ser o mais provável.

Sadiates, cujo nome deriva de duas palavras lúvias, sâdu e atta, significam algo como "pai forte". Casou-se com sua irmã Lide. Tiveram um filho a que chamaram Alíates, que posteriormente sucedeu ao seu pai. Como príncipe herdeiro da coroa, Alíates entrou em guerra com Mileto, a cidade grega mais poderosa da Ásia Menor. Esta guerra durou seis anos e logo que seu pai faleceu, Alíates, como rei continuou a guerra, no entanto rapidamente se apercebeu que jamais tomaría a cidade.

De igual forma que o reto dos reis da familia Sadiates foi enterrado no cemitério real de Bin Tepe.

Foi precedido por Ardis e sucedido por Alíates.

Fontes externasEditar