San Luca all'Esquilino

San Luca all'Esquilino era uma igreja de Roma localizada na Piazza dell'Esquilino, no rione Monti, perto da basílica de Santa Maria Maggiore[1][2]. Era dedicada a São Lucas e ficava no quarteirão delimitado pela Via Cavour e a Via Daniele Manin, na esquina entre a praça e a Via dell'Esquilino. Ela é frequentemente confundida com a igreja de Santi Cosma e Damiano all'Esquilino, que ficava no quarteirão ao lado[3].

Mapa de Christian Hülsen (1927) mostrando a igreja com o nome de S. Lucae e também como o de Santi Cosma e Damiani, uma confusão bastante comum.

HistóriaEditar

Não se sabe ao certo quando esta igreja foi construída, mas é certo que ela era de origem medieval. Ela é mencionada em duas listas de igrejas da cidade: o catalogo di Torino (c. 1320), com o nome de Ecclesia sancti Luce[4], e o catalogo del Signorili (c. 1425), como Sci. Luce[5]. Em 1371, o papa Gregório XI entregou a igreja aos sacerdotes de Santa Maria Maggiore[3].

Em 1478, o papa Sisto IV (r. 1471-1484) entregou a igreja à Compagnia dei Pittori, a guilda dos pintores da cidade, da qual São Lucas era o santo padroeiro. O papa Sisto V (r. 1585-1590) mandou erguer o Obelisco Esquilino no acesso posterior de Santa Maria Maggiore em 1587. Na mesma época e em acordo com a Compagnia, toda a região foi sistematizada e mudanças foram feitas no traçado das ruas. A igreja, que provavelmente já estava em decadência, foi demolida juntamente com vários outros edifícios[2][6]. Outra hipótese é que a igreja foi demolida para abrir espaço para o grande casino da Villa Peretti, que tinha um acesso direto à basílica. Uma terceira teoria é que a igreja teria sido demolida para abrir espaço para uma expansão de Santa Maria, onde o papa construiu uma capela para abrigar seu próprio túmulo[3].

A igreja da guilda passou a ser então Santi Luca e Martina[7]. Segundo algumas fontes, restos da igreja ainda eram visíveis nas imediações da Villa Peretti Montalto no século XVII[1][6].

Referências

  1. a b Hülsen 1927
  2. a b Lombardi 1998 , p. 70
  3. a b c «Kirken San Luca all'Esquilino» (em dinamarquês). Annas Rom Guide 
  4. Hülsen, Christian. «Le chiese di Roma nel medio evo». Il catalogo di Torino (circa il 1320) (em italiano) 
  5. Hülsen, Christian. «Le chiese di Roma nel medio evo». Il catalogo del Signorili (cr. 1425) (em italiano) 
  6. a b Armellini 1891, p. 191–192
  7. Rendina 2000, p. 181

BibliografiaEditar