Abrir menu principal

Sangue arterial é o sangue rico em oxigênio. O sangue arterial circula pelas veias pulmonares e pelas artérias sistêmicas. O termo sangue arterial não significa sangue que circula nas artérias, mas sim sangue rico em oxigênio. O sangue que circula nas artérias pulmonares é denominado venosos, pobre em oxigênio e rico em dióxido de carbono.[1]

A maior quantidade de oxigênio muda as características físicas deste tipo, passando o mesmo de uma tonalidade arroxeada para vermelho vivo, modificando o pH de baixo para um pH alto.[carece de fontes?]

O sangue arterial segue a parte venosa da pequena circulação até atingir, no coração, o átrio esquerdo, o ventrículo esquerdo, as artérias, arteríolas e capilares sistêmicos. Nestes últimos, o oxigênio do sangue arterial, por difusão, passa às células do organismo. Somente os capilares fazem essa troca com as células, as artérias e arteríolas são muito espessas para tal difusão.[1][2]

O oxigênio é utilizado pelas células para tornar mais eficiente o processo de obtenção da energia química acumulada nas moléculas. Durante a Hematose, onde o O2 é transformado em CO2, o sangue arterial é transformado em sangue venoso

[3]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b «Sistema circulatório: resumo, anatomia e humano». Toda Matéria. Consultado em 18 de fevereiro de 2019 
  2. «Sistema de Ensino de Fisiologia Cardíaca». www.inf.ufsc.br. Consultado em 18 de fevereiro de 2019 
  3. «Hematose: definição, como ocorre e importância». Toda Matéria. Consultado em 18 de fevereiro de 2019 
  Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.