Sapor Mamicônio

Sapor (em armênio/arménio: Շապուհ Մամիկոնեանը; romaniz.: Šapuh Mamikonian) foi nobre armênio do século VIII.

Sapor Mamicônio
Morte 775 ou 785
Etnia Armênio
Progenitores Pai: Musel VI
Ocupação General
Religião Catolicismo

VidaEditar

Sapor era filho de Musel VI.[1][2] Em 775, os árabes do Califado Abássida matam muitos nobres das famílias armênias na Batalha de Bagrauandena, incluindo Samuel II. Com sua morte, os Mamicônios perdem boa parte de suas propriedades e Sapor recebe apenas Bagrauandena. No rescaldo da batalha, se refugiu com seu irmão Bardas com Meruzanes II Arzerúnio, que os assassina para agradar os árabes em 785[3] ou 775.[2]

Referências

  1. Settipani 2006, p. 142-147.
  2. a b Toumanoff 1990, p. 333.
  3. Settipani 2006, p. 146.

BibliografiaEditar

  • Settipani, Christian (2006). Continuité des élites à Byzance durant les siècles obscurs. Les princes caucasiens et l'Empire du vie au ixe siècle. Paris: de Boccard. ISBN 978-2-7018-0226-8 
  • Toumanoff, Cyril (1990). Les dynasties de la Caucasie chrétienne de l'Antiquité jusqu'au xixe siècle: Tables généalogiques et chronologiques. Roma: Edizioni Aquila