Sarmat, RS-28 Sarmat ou Satã 2 é um míssil balístico intercontinental russo de combustível líquido, capaz de transportar de 10 a 15 ogivas de MIRV termonucleares com um poder de destruição estimado em 3 megatons cada, ainda em desenvolvimento, elaborado para substituir o antigo míssil R-36M Voevoda.[1] Tem alcance de 11 000 milhas (ou quase 18 000 quilômetros) e é capaz de destruir uma área do tamanho da França.[2]De acordo com especialistas seria capaz de passar por qualquer sistema antimíssil. Possui um peso total de 100 toneladas com capacidade de carga para 4 a 10 toneladas e velocidade de voo de 7 km/s, ou 25 200 km/h.[1]

RS-28 Sarmat
Tipo Míssil balístico intercontinental pesado
Local de origem  Rússia
História operacional
Utilizadores Força Estratégica de Mísseis da Rússia
Histórico de produção
Fabricante Fábrica de máquinas de construção Krasnoyarsk
НПО Энергомаш , НПО маш , KBKhA
Período de
produção
Em produção desde 2009
Especificações
Peso Mais de 100 toneladas

O primeiro teste do míssil foi realizado dia 20 de abril de 2022[3] e que foi considerado bem sucedido, pelas autoridades russas.[4]

ReferênciasEditar

  1. a b ABC.es. Satán 2, el nuevo misil nuclear ruso con capacidad para destruir Francia. Acesso em 29 de outubro de 2016
  2. Veja. Satã 2: a nova arma militar da Rússia. Acesso em 29 de outubro de 2016
  3. Welle (www.dw.com), Deutsche. «Putin saúda ensaio com sucesso do mais recente míssil balístico russo Sarmat | DW | 20.04.2022». DW.COM. Consultado em 20 de abril de 2022 
  4. «Rússia diz que testou com sucesso míssil intercontinental Sarmat». Valor Econômico. Consultado em 20 de abril de 2022 
  Este artigo sobre mísseis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.