"Schuko" é uma marca registrada[1] referente a um sistema de plugues e tomadas de alimentação em corrente alternada, definido como " CEE 7/3" (tomada) e "CEE 7/4" ( plugue). Um plugue Schuko possui dois pinos redondos de 4,8 mm de diâmetro com 19 mm de comprimento e separados 19 mm entre si para os contatos de linha e neutro, além de duas áreas de contato planas no lado superior e inferior do plugue para o aterramento. A tomada (que geralmente é, por engano, também chamado de CEE 7/4) tem um recesso predominantemente circular com 17,5 mm de profundidade, duas aberturas redondas simétricas nas laterais e dois grampos de aterramento, posicionados para garantir que o aterramento esteja sempre engatado antes do contato do pino energizado. Os plugues e soquetes Schuko são conectores simétricos. Eles podem ser acoplados de duas maneiras, portanto não são polarizados. Tal como acontece com a maioria dos tipos de tomadas europeias, as tomadas Schuko aceitam Europlugs . Os plugues Schuko são considerados um design muito seguro quando usados em tomadas Schuko, mas também podem ser inseridos em outros padrões, resultando uma conexãoinsegura.

Soquete Schuko duplo com um plugue inserido. O ponto no meio do soquete é uma cabeça de parafuso, não um terceiro furo

"Schuko" é uma abreviação do termo alemão Schutzkontakt (literalmente: contacto de protecção),[1] o que indica que o plugue e tomada estão equipadas com contatos de aterramento (sob a forma de grampos em vez de pinos). Os conectores Schuko são normalmente utilizados em circuitos com 230 V, 50 Hertz, para correntes até 16 A.

HistóriaEditar

O sistema Schuko teve origem na Alemanha. Acredita-se que data de 1925 e é atribuída a Albert Büttner, um fabricante bávaro de acessórios elétricos.[2] A empresa de Büttner, Bayerische Elektrozubehör AG , foi concedida a patente DE 489 003 em 1930 para Stecker mit Erdungseinrichtung ('plugue com dispositivo de aterramento').[3] Patente de Büttner DE 370 538[4] é frequentemente citado como referindo-se a Schuko, mas na verdade se refere a um método de unir todas as partes de um plugue ou soquete com um único parafuso que também fornece fixação para os fios; não há menção à aterramento na DE 370538. Nessa época a Alemanha usava um sistema 220 V em fase dividida, com tensão de 110V entre fase e terra, o que significava que eram necessários fusíveis em ambos os polos do aparelho e interruptores de pólo duplo. Variações do plugue original da Schuko são usadas hoje em mais de 40 países, incluindo a maior parte da Europa Continental.

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b «For the protection of our trademark». Schuko trademark association website. Consultado em 1 de Setembro de 2015 
  2. «ABL SURSUM, Company». DE: ABL SURSUM 
  3. «Patentschrift Nr. 489 003» (PDF). DE: German Patent and Trade Mark Office 
  4. «DE370538». DE: European Patent Office (EPO)