Sede náutica do Clube de Regatas do Flamengo

Sede Náutica do Clube de Regatas do Flamengo, ou simplesmente Sede Náutica do Flamengo[1], ou ainda Sede Náutica da Gávea[2], é o local onde ficam as instalaçãos dos esportes náuticos do Clube de Regatas do Flamengo (remo e canoagem), na Lagoa Rodrigo de Freitas, Zona Sul da cidade do Rio de Janeiro.[3]

O local pertence ao complexo esportivo da Sede social do Clube, apesar de ficar localizado do outro lado da Avedida Borges de Medeiros.

Logo na entrada, existe uma estátua ostentando o pavilhão do remo rubro-negro. O homenageado é Guilherme Augusto do Eirado Silva, mais conhecido como Buck, que foi um histórico remador e treinador de remo do clube.[4]

História

editar

As obras da Sede náutica do Flamengo iniciaram-se em dezembro de 1932[5]. O local foi inaugurado em 1934.[6]

Em 2017, a Garagem de barcos foi reformada.[7] Em 2018, o local ganhou novas instalações, como uma sala para os técnicos, espaço para estudos e um auditório, que pode ser utilizado para reuniões da equipe, análise técnica, palestras, entre outras atividades.[8]

Memorial em homenagem à Stuart Angel

editar

No dia 9 de dezembro de 2010, o Clube inaugurou na sede náutica um memorial em homenagem ao ex-atleta Stuart Angel - militante do Movimento Revolucionário 8 de Outubro, que era contrário à Ditadura militar brasileira - que foi morto sob tortura em 1971 pelas forças de repressão política.[9] A iniciativa contou com o apoio da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, entre outras entidades. No local foi erguida uma placa, como parte do projeto “Pessoas Imprescindíveis”, iniciado no primeiro governo Lula, em 2006.[10]

Até 2016, a placa com o nome do ex-atleta permaneceu no local como um marco da luta contra o arbítrio, até ser retirado pela Autoridade Olímpica durante uma reforma. Nunca voltou.[11]

No dia 1 de abril de 2019, dia em que o golpe militar completou 55 anos, um grupo de torcedores do Flamengo fez um ato no local. Após o ato, o clube publicou uma nota oficial em que disse não se posicionar "sobre assuntos políticos" e que o ato aconteceu "sem nenhuma participação da instituição - algo que, inclusive, é estatutariamente vedado".[12]

Cessão de uso para o Comitê Rio-2016

editar

Em agosto de 2015, o Flamengo e a Prefeitura do Rio de Janeiro assinaram um termo de autorização de uso da área para eventos-teste de remo e canoagem para os Jogos Olímpicos.[13]

Durante os Jogos, o local abrigou a equipe de remo da Grã-Bretanha, que utilizou o local para treinos.[14]

Referências

  1. g1.globo.com/ Interditada sede náutica do Flamengo
  2. uol.com.br/ Isaquias Queiroz se emociona em homenagem do Flamengo na Gávea
  3. Jornal dos Sports (17/05/1973) Remadores não tem descanso. Treinam duro todos os dias
  4. folha.uol.com.br/
  5. Jornal Diário Carioca (17/01/1933)
  6. Jornal "Diário da Noite" (11/07/1934) As actividades do Flamengo
  7. flamengo.com.br/ Garagem de barcos é reformada na sede náutica
  8. flamengo.com.br/ Flamengo inaugura novo espaço na sede náutica da Gávea
  9. adurn.org.br/ Flamengo terá memorial em homenagem a Stuart Angel, morto durante a ditadura
  10. mundorubronegro.com/ Placa para Stuart Angel no Flamengo é única desaparecida de 40 no Brasil
  11. vejario.abril.com.br/ Onde foi parar a placa de Stuart Angel, que ficava no Clube do Flamengo?
  12. uol.com.br/ MPF cobra explicação do Fla por sumiço de placa em homenagem a Stuart Angel
  13. surtoolimpico.com.br/ Flamengo assina autorização de uso da sede náutica para eventos-teste de remo e canoagem
  14. flamengorj.com.br/ Flamengo sedia Programa de Estágio da Associação Brasileira de Técnicos