Segunda Aliá

Período de imigração judia para a palestina entre os anos de 1903 e 1904

A Segunda Aliá foi a mais importante e influente de todas as aliot. Durou entre 1904 e 1914, período no qual aproximadamente 40.000 judeus imigraram até a Província da Palestina do Império Otomano, provenientes em sua maioria da Rússia e Polônia e, em menor escala, do Iêmen.

A principal causa da imigração foi o aumento do antissemitismo na Rússia e os progromos nos povoados de Pale, destacando-se o progrom de Quixineve, progromos que assistiram a Revolução Russa em 1905.

PovoamentosEditar

Durante a segunda Aliá, os imigrantes idealistas, inspirados nos ideais sionistas e revolucionários das comunidades judaicas do Império Russo, trataram de construir um sistema comunitário de assentamentos agrícolas na região. Desse modo foi criado o movimento kibutziano. O primeiro kibutz, Degania, foi fundado em 1909. Muitos imigrantes, porém, prefiram instalar-se nas cidades, criando localidades como Ahuzat Bayit, perto de Jafa. Em 1909, também foi fundada a cidade de Telavive.

LiteraturaEditar

  • Ben-Gurion, David, From Class to Nation: Reflections on the Vocation and Mission of the Labor Movement (em hebraico), Am Oved (1976)