Segunda Batalha de Lâmia

A Segunda Batalha de Lâmia foi uma batalha entre as forças de Filipe V da Macedônia e as da República Romana e seus aliados, a Liga Etólia e Átalo I de Pérgamo, na cidade grega de Lâmia no contexto da Primeira Guerra Macedônica.

Batalha de Lâmia
Primeira Guerra Macedônica
Data 209 a.C.
Local Lâmia, Grécia
Desfecho Vitória macedônica
Beligerantes
República Romana República Romana
  Liga Etólia
  Reino de Pérgamo
Reino da Macedônia Reino da Macedônia
Comandantes
República Romana Fírrias Reino da Macedônia Filipe V da Macedônia
Baixas
Muito altas Baixas
Lâmia está localizado em: Grécia
Lâmia
Localização de Lâmia no que é hoje a Grécia

BatalhaEditar

Depois de sua vitória na Primeira Batalha de Lâmia, Filipe continuou sua campanha pelo território grego enquanto o estratego Fírrias reagrupava suas forças, fortificando a cidade de Lâmia e recebendo reforços de Roma e de Pérgamo.

No final da campanha de 209 a.C., com a aproximação do inverno, Filipe, já no caminho de volta para a Macedônia, passou por Lâmia e atacou a cidade. Os macedônicos, animados com a fácil vitória obtida no primeiro confronto havia poucos meses, destruíram completamente o exército da coalizão romana, cujos sobreviventes se refugiaram no interior da muralha depois da batalha.

As duas batalhas contra a Macedônia travadas em Lâmia serviram aos propósitos romanos na Primeira Guerra Macedônica, mesmo terminando em derrota. Elas mantiveram Filipe V ocupado em sua própria zona de influência e evitaram que ele enviasse reforços a Aníbal, que continuava sua guerra contra os romanos em território italiano[1][2][3].

Ver tambémEditar

Referências

  1. «First Macedonian War: 209 a.C.» (em inglês). History of War 
  2. Lívio, Ab Urbe Condita XXVII 29-30
  3. «First Macedonian War» (em inglês). World History