Self-Made Maids

filme de 1950 dirigido por Jules White

Self-Made Maids (br.:Artistas do riso) é um filme curta metragem estadunidense de 1950, dirigido por Jules White. É o 124º filme de um total de 190 da série com os Três Patetas produzida pela Columbia Pictures entre 1934 e 1959. Todos os personagens do filme foram interpretados pelos Três Patetas.

Self-Made Maids
Artistas do riso (BRA)
 Estados Unidos
1950 •  pb •  15 min 
Direção Jules White
Roteiro Felix Adler
Elenco Moe Howard
Larry Fine
Shemp Howard
Género comédia
Idioma inglês

EnredoEditar

Os Três Patetas são artistas que se apaixonam pelas modelos, as irmãs Larraine, Moella e Shempetta. Eles vão ao apartamento das irmãs pedirem a mão em casamento para o pai delas mas no caminho se encontram com ele (interpretado por Moe) e, sem saberem quem é, discutem e lhe batem por causa de um "encontrão", deixando o homem desacordado. O trio fica à espera dele junto das moças e, quando o homem chega, os reconhece como os três agressores e imediatamente começa a persegui-los com um revólver em punho. Depois de muita correria, os Patetas conseguem amarrar o homem e o convencem a aceitar o casamento, torturando-o coçando-lhe os pés. Na cena final, são mostrados os três bebês dos três casais, brigando por causa da mamadeira.

NotasEditar

  • Self-Made Maids é um dos dois filmes da série em que não há coadjuvantes para os Patetas. O outro é Oil's Well That Ends Well de 1958. Um figurante foi usado para interpretar Moe nas cenas em que ele aparece como o pai das moças.[1]
  • Os Três Patetas interpretam eles mesmos, suas três namoradas, três bebês e o pai das moças.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Solomon, Jon. (2002) The Complete Three Stooges: The Official Filmography and Three Stooges Companion; Comedy III Productions, Inc., ISBN 0-9711868-0-4

Ligações externasEditar