Sergio Leone

cineasta italiano
Sergio Leone
Sergio Leone em 1975.
Nascimento 3 de janeiro de 1929
Roma,  Itália
Nacionalidade italiano
Morte 30 de abril de 1989 (60 anos)
Roma,  Itália
Ocupação Cineasta, produtor, roteirista
Atividade 1959 - 1984
Cônjuge Carla Leone

Sergio Leone (Roma, 3 de janeiro de 1929Roma, 30 de abril de 1989) foi um cineasta italiano. Ele foi o autor de famosos filmes que renovam o gênero western, tais como Era uma vez no oeste e Três homens em conflito.

Em 1996, foi selecionado como um dos 50 maiores diretores do cinema mundial pela Entertainment Weekly.[1]

BiografiaEditar

Filho de um antigo industrial do cinema, ele ficou conhecido mundialmente por popularizar o género do western spaghetti. Ele começou com dezoito anos como assistente de direção em filmes de cineastas como Vittorio De Sica, Luigi Comencini e Mervyn LeRoy.

Foi só em 1960 que estreou como diretor em O Colosso de Rodes, mas em 1964 realiza o antológico Por um punhado de dólares, estrelado pelo novato Clint Eastwood. O filme teria duas sequências com o mesmo ator, formando a chamada trilogia dos dólares. Em 1969, já consagrado internacionalmente, finalizaria o seu projeto mais ambicioso até então, o filme Once Upon a Time in the West. Era para ser seu último western como diretor, mas acabaria aceitando realizar mais um da série, o filme Giù la testa, em 1971, também conhecido como Once Upon a Time… The Revolutionis. Passando os anos seguintes como produtor, somente em 1984 ele dirigiria seu último grande filme dessa segunda trilogia, conhecida por trilogia da América, e que acabou se tornando também o último filme que dirigiu em sua carreira.

Nos anos 60, quando o cinema italiano era essencialmente voltado para as comédias, Sergio Leone foi um dissidente, primeiro especializando-se em filmes épicos e depois na recriação do Oeste e nos filmes de western. Ele passou treze anos preparando o clássico Era uma vez na América, um épico ganguerista lançado em 1984 no Festival de Cannes.

Foi um dos mais brilhantes cineastas da sua geração e inventor de um estilo em que não faltam lances de pura genialidade. Ele é hoje fonte de inspiração para novos cineastas como Quentin Tarantino e Robert Rodriguez.

Sua sepultura está localizada no cemitério Campo di Verano, Roma.

CuriosidadesEditar

O filme Yojimbo, de Akira Kurosawa - uma comédia satírica, exuberante e impetuosa sobre a violência - foi a inspiração para um dos maiores clássicos de Leone: Por um punhado de dólares, com Clint Eastwood. Em 1937, na escola primária, foi colega de turma de Ennio Morricone que fez a trilha sonora de muitos filmes de Leone.

FilmografiaEditar

Prémios e nomeaçõesEditar

  • Recebeu uma nomeação ao Globo de Ouro, na categoria de melhor realizador, por Once Upon a Time in America (1984).
  • Recebeu uma nomeação ao BAFTA, na categoria de melhor realizador, por Once Upon a Time in America (1984).

ReferênciasEditar

  1. «The 50 Greatest Directors and Their 100 Best Movies». EW.com (em inglês). Consultado em 29 de fevereiro de 2020 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um cineasta é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.