Abrir menu principal
She's the Man
Ela é... Ele (PRT)
Ela é o Cara (BRA)
Pôster promocional
 Estados Unidos
2006 •  cor •  105 min 
Direção Andy Fickman
Produção Lauren Shuler Donner
Tom Rosenberg
Gary Lucchesi
Roteiro Karen McCullah Lutz
Kirsten Smith
Baseado em Noite de Reis de William Shakespeare
Elenco Amanda Bynes
Channing Tatum
Laura Ramsey
Robert Hoffman
Alex Breckenridge
Gênero comédia romântica
Música Nathan Wang
Cinematografia Greg Gardiner
Edição Michael Jablow
Companhia(s) produtora(s) DreamWorks Pictures
Lakeshore Entertainment
The Donners' Company
Distribuição DreamWorks Distribution
Lançamento Estados Unidos 17 de março de 2006
Portugal 1 de junho de 2006
Brasil 29 de outubro de 2006
Idioma inglês
Orçamento US$20 milhões
Receita US$57,194,667[1]
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

She's the Man (br: Ela é o Cara - pt: Ela é...Ele) é um filme de comédia romântica norte-americano de 2006 estrelado por Amanda Bynes e dirigido por Andy Fickman, inspirado na peça teatral Noite de Reis, de William Shakespeare. Também estrelam o filme Laura Ramsey, Alex Breckenridge, James Kirk, Robert Hoffman e Channing Tatum.

O filme é centrado na adolescente Viola Hastings, que entra na escola de seu irmão em seu lugar, fingindo ser um menino, para brincar com o time de futebol dos meninos depois que seu time é cortado em sua escola.

Em uma entrevista em 2018 na revista Paper, Bynes admitiu que seu papel no filme teve um efeito negativo em sua saúde mental. "Quando o filme foi lançado e eu o assisti, caí em uma profunda depressão por quatro ou seis meses porque eu não gostei do jeito que fiquei como menino", disse Bynes. Se ver com cabelo curto e costeletas foi, para ela, "uma experiência fora do corpo e super estranha". "Isso realmente me colocou em uma paranoia", disse. Na entrevista, ela cita que o filme foi positivo para deslanchar a carreira do colega de filme Channing Tatum. "Eu lutei totalmente por Channing naquele filme, porque ele não era famoso ainda. Ele só tinha feito o comercial da Mountain Dew e eu estava tipo: 'Esse cara é uma estrela, toda garota vai amá-lo'. Mas [os produtores] falavam: 'Ele é muito mais velho do que todos vocês!', e eu dizia: 'Isso não importa! Confiem em mim!'", contou.[2]

SinopseEditar

Quando a adolescente Viola (Amanda Bynes) descobre que o time feminino de futebol é cortado de sua escola, ela resolve se disfarçar de seu irmão gêmeo para jogar no time masculino da escola dele. Só que ela acaba se apaixonando pelo colega de quarto do irmão, Duke (Channing Tatum), ao mesmo tempo em que começa a ser assediada por Olivia (Laura Ramsey), a garota por quem Duke é apaixonado. As coisas ficam mais complicadas ainda quando o verdadeiro irmão gêmeo de Viola, Sebastian (James Kirk), aparece, causando muita confusão com Monique (Alex Breckenridge), namorada de Sebastian, e também quando Viola se desfaz de seu alter-ego em alguns momentos para conhecer Duke como ela mesma, mas acaba colocando o mesmo em confronto com Justin (Robert Hoffman), ex-namorado de Viola e goleiro do ex-time onde a mesma jogava.

ElencoEditar

ProduçãoEditar

Os produtores queriam Jesse McCartney no papel de Sebastian, já que suas feições faciais são parecidas com as de Amanda Bynes. Como McCartney não estava disponível no período das filmagens, James Kirk foi contratado.

As cheerleaders do filme também estiveram presentes em Reefer Madness, do mesmo diretor Andy Fickman.

RecepçãoEditar

BilheteriaEditar

O filme estreou em #4 nas bilheterias norte-americanas com US$10.7 milhões em sua semana de estréia. Seu orçamento foi de aproximadamente $20,000,000. She's the Man arrecadou um total de $33,741,133 no mercado doméstico com um total bruto de $57,194,667 mundialmente.[1]

Resposta da críticaEditar

She's the Man recebeu críticas mistas. Rotten Tomatoes dá uma classificação de 43%, baseado em 109 comentários. O consenso crítico diz: "sagacidade de Shakespeare se perde na tradução com She's the Man, amplo pastelão, piadas previsíveis e enredo não convincente."[3] Metacritic, que atribui uma média ponderada de 100 avaliações dos críticos de cinema, o filme tem uma pontuação de 45 de 100 com base em 28 avaliações, indicando "avaliações mistas ou médias".[4]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b «She's the Man (2006)». Box Office Mojo. IMDb. Consultado em 24 de outubro de 2008 
  2. Break the Internet: Amanda, Please Paper
  3. «She's the Man Movie Reviews». Rotten Tomatoes. Flixster. Consultado em 7 de janeiro de 2014 
  4. «She's the Man Reviews, Ratings, Credits». Metacritic. CBS. Consultado em 7 de janeiro de 2014 

Ligações externasEditar