Abrir menu principal

Problemas para escutar este arquivo? Veja a ajuda.

Si me quieres escribir, também conhecida como Ya sabes mi paradero e El frente de Gandesa, é uma das canções da Guerra Civil Espanhola mas famosas e conhecidas, composta durante a Batalha do Ebro, em 1938[1].

Índice

Contexto históricoEditar

A melodia foi baseada em uma antiga canção das unidades militares espanholas que combateram na Guerra do Rife, ao norte do Marrocos, na década de 1920[1].

Durante a Batalha do Ebro, a letra da canção podia mudar em função da localização dos combates, das unidades envolvidas ou de situações adversas, como a fome[2]. O cerco de Gandesa, a explosão de viadutos e pontes e outros feitos da Batalha do Ebro aparecem mencionados tanto nesta canção como em outras canções relacionadas a esta batalha, como ¡Ay Carmela!. Os engenheiros republicanos foram capazes de reparar os viadutos e pontes que eram bombardeados constantemente pela Legião Condor alemã e a Aviazione Legionaria italiana, para assim permitir que as forças republicanas cruzassem o rio e manter aberta a cadeia de abastecimento[3]. Também aparece mencionada a 3ª Brigada Mista, uma unidade republicana composta por Carabineiros que esteve presente no campo de batalha.

Os "mouros" mencionados em várias canções na verdade são as tropas "regulares", as temidas Forças de Choque marroquinas do Exército Franquista que estiveram atacando as posições republicanas na Frente de Gandesa durante meses[3].

LetraEditar

Si me quieres escribir,
Ya sabes mi paradero:
Tercera Brigada Mixta,
Primera línea de fuego.
Aunque me tiren el puente
Y también la pasarela
Me verás pasar el Ebro
En un barquito de vela.
Diez mil veces que los tiren
Diez mil veces pasaremos
Que para eso nos ayudan
Los del Cuerpo de Ingenieros.
En la venta de Gandesa
Hay un moro Mojamé
Que te dice: «Pasa, "paisa"
¿Qué quieres para comer?»
El primer plato que dan
Son granadas rompedoras,
Y el segundo de metralla
Para recobrar memoria.

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b «Canciones republicanas - Ya Sabes Mi Paradero». La Guerra Civil Española. Consultado em 9 de fevereiro de 2018 
  2. DIAZ VIANA, Luis. «Canciones populares de la Guerra Civil: Un estudio de oralidad literaria». Biblioteca Virtual Miguel de Cervantes. Consultado em 9 de fevereiro de 2018 
  3. a b BEEVOR, Antony (2006). The Battle for Spain. The Spanish Civil War, 1936–1939. Londres: Penguin Books. p. 352–353