Abrir menu principal
Wiki letter w.svg
Por favor, melhore este artigo ou secção, expandindo-o(a). Considere a possibilidade de traduzir o texto das interwikis, se houver.

A simbiogênese é uma teoria evolucionária segundo a qual indivíduos de naturezas distintas de diferentes espécies se unem para formar um novo indivíduo.[1]

A simbiogênese enfatiza mais os efeitos positivos resultantes das inter-relações entre indivíduos do que a sobrevivência e reprodução do mais apto. Pesquisas recentes indicam que os micro-organismos são as maiores forças evolucionárias que atuam sobre a seleção das espécies através de processos simbióticos.[2]

Simbiogénese secundáriaEditar

O metabolismo fotossintético foi estabelecido nos eucariotos por volta de 1,5 bilhões de anos atrás por meio da captura de uma cianobactéria por uma célula eucariótica heterotrófica, estabelecendo um endossimbiose primária[3] e originado o cloroplasto nas algas verdes, algas vermelhas e plantas. Após os eventos iniciais de endossimbiose primária, outros grupos de eucariotos adquiriram cloroplastos pelo englobamento de algas verdes e vermelhas tornando-se fotoautotróficos por endossimbiose secundária.

Grupos de protoctistas como os Euglenoides adquiriram cloroplastos por meio de endossimbiose secundária de algas verdes. Alveolados e Stramenopiles obtiveram seus cloroplastos pela endossimbiose secundária através do englobamento de algas vermelhas.

Ver tambémEditar

ReferênciasEditar

  1. Morowitz, H.J. (1992). Beginning of Cellular Life. New Haven, Conn, Yale University Press.
  2. Margulis, L. (1998). Symbiotic Planet. Basic Books, Nova York.
  3. Brock, Thomas D. Biology of microorganisms. Madigan, Michael T., 1949- contributor. Guerrero, Ricardo publishing director. Chica, Carmen, reviewer. Barrachina, Coral, translator. Brock Biología de los microorganismos. [S.l.: s.n.] ISBN 9788490352793. OCLC 930010488