Slackers

filme de 2002 dirigido por Dewey Nicks

Slackers (Brasil: Mentiras & Trapaças /Portugal: Os Preguiçosos) é um filme estadunidense de comédia romântica de 2002 dirigida por Dewey Nicks e estrelada por Jason Schwartzman, Devon Sawa, Jason Segel, Michael Maronna, Jaime King e Laura Prepon.[5] O enredo segue um estudante universitário nerd que chantageia um grupo de rapazes com seu conhecimento de que eles trapacearam durante a faculdade, e usa isso para se aproximar de uma jovem por quem ele é obcecado.

Slackers
Os Preguiçosos[1] (PRT)
Mentiras & Trapaças[2] (BRA)
 Estados Unidos[3]
2002 •  cor •  86 min 
Direção Dewey Nicks
Produção Erik Feig
Neal H. Moritz
Roteiro David H. Steinberg
Elenco
Gênero
Música Amanda Scheer-Demme
Cinematografia James R. Bagdonas
Edição Tara Timpone
Companhia(s) produtora(s) Screen Gems
Alliance Atlantis
Original Film
Slackers Productions
Distribuição Sony Pictures Releasing
Lançamento Estados Unidos 1 de fevereiro de 2002
Idioma inglês
Orçamento US$14 milhões[4]
Receita US$6.4 milhões[4]

SinopseEditar

Dave Goodman, Sam Schecter e Jeff Davis são melhores amigos que passaram quase quatro anos na Holden University tramando seu caminho através da faculdade. Durante um golpe de exame no semestre final, Dave descobre Ângela e a convida para sair enquanto escreve seu número de telefone em sua folha de exame. Ethan Dulles (que se autodenomina "Cool Ethan"), um colega obcecado por Angela a ponto de coletar cabelos soltos e fazer uma boneca de cabelo e ter fotos de vigilância e um santuário para Angela montado em seu dormitório, pega a folha de perguntas do exame depois que Ângela sai e usa isso para confrontar e chantagear os rapazes repetidamente para marcar um encontro de sucesso com Ângela para ele em troca de seu silêncio sobre o assunto. Os rapazes colocaram Ethan em várias situações na tentativa de convencer Ângela a gostar dele, enquanto Dave diz a Sam durante seu trabalho de pesquisá-la que Angela não é mais importante para ele do que qualquer outro golpe que eles fizeram. Ethan não consegue atraí-la após frequentes confrontos baseados em seu comportamento delirante, imaturidade e ignorância das normas sociais. Embora Ethan pareça um nerd solitário e inofensivo, ele é intrigante, psicoticamente obsessivo e irremediavelmente incompetente socialmente.

Enquanto tentam convencer Angela a sair com Ethan, Dave e Angela desenvolvem uma atração mútua. Depois de dizer a Ethan que não conseguiu convencer Angela a sair com ele, Ethan revela a Dave que está obcecado por Angela há algum tempo. Ele lembra a Dave que ainda pretende fazer com que Dave e seus amigos sejam expulsos se eles falharem com ele. Angela e Dave vão a um encontro improvisado após uma sessão de estudos. Ethan descobre, segue e os registra. Dave e Angela compartilham uma sessão romântica de natação e amor, o que faz com que Ethan percorra o campus em um acesso de raiva obsceno e infantil (mostrando assim que, embora Ethan esteja sozinho, ele não está de forma alguma pronto para um relacionamento). Em vingança, ele mostra a fita de Dave e Angela fazendo amor com Sam e Jeff para estabelecer que Dave pretende ficar com Angela para si. Sam e Jeff, descontentes com a desonestidade de Dave, entregam a pesquisa sobre Angela. Ethan usa esse arquivo para provar a Angela que Dave e seus amigos a estavam perseguindo ativamente. Isso faz com que Dave dê um soco no rosto de Ethan. Mas, no que diz respeito a Ethan, ele venceu e Angela é sua.

Depois de uma briga com todos, Dave retorna ao dormitório e admite para Sam e Jeff que ele honestamente se preocupa com Angela. Depois de fazer as pazes, os rapazes sabotam a entrevista de emprego de Ethan com um escritório de advocacia e, durante o exame final, enquanto Dave está contando a verdade para Angela na frente de toda a classe sobre sua carreira desonesta de trapaça na faculdade, Jeff planta uma chave de resposta na mochila de Ethan enquanto avisava o assistente de ensino que supervisionava o exame. No final, os rapazes são expulsos, mas Dave e Angela voltam a ficar juntos e Sam acaba em um relacionamento com a colega de quarto de Angela, Reanna Cass, enquanto Jeff falsifica seus diplomas da Holden University após Angela e Reanna se formarem. Ethan, agora miserável por ter perdido Ângela para sempre e também por ter sido expulso da faculdade depois que foi revelado que ele a estava perseguindo, continua a trabalhar no restaurante. O filme termina com ele cantando seu amor por Angela e seu ódio por Dave.

ElencoEditar

Trilha sonoraEditar

O filme tem algumas faixas de Handsome Boy Modeling School (Prince Paul e Dan The Automator), incluindo "Holy Calamity" e "Rock & Roll (Could Never Hip-Hop Like This)". Tem uma performance instrumental sinfônica de "Baba O'Riley" do The Who tocando os créditos de abertura, bem como uma performance A Capella de "The Sign" de Ace of Base (cantada por um coro universitário) durante uma cena.

Lançamento e recepçãoEditar

Em junho de 2015, com base em 105 comentários recolhidos pela revisão do Rotten Tomatoes, Slackers recebeu uma média geral classificação de 10%, com uma pontuação média de 3,1 de 10. consenso crítico do site diz: "Outra comédia adolescente com pouco em sua mente, mas movendo-se para a próxima piada nojenta, Slackers se esforça para rir e apresenta personagens irritantes."[6] No Metacritic, o filme detém 12/100 com base em 28 críticos, o que significa aversão avassaladora. Alguns críticos observaram o diálogo como positivo,[7] mas não suficientemente bom para merecer atenção.[8][9]

Slackers estreou em 11º na bilheteria com US$2.785.283, o 11º filme de maior bilheteria do fim de semana,[10] e durou apenas duas semanas nos cinemas antes de fechar em 14 de fevereiro de 2002, com um total doméstico de US$5.285.941 e US$1.127.974 internacionalmente, fazendo um total de US$6.413.915.[4]

Slackers foi comercializado principalmente como uma comédia obscena, em vez de uma comédia romântica, o que era justo com o conteúdo; Philip French comentou que "Slackers faz American Pie parecer The Importance of Being Earnest."[11]

Roger Ebert, do The Chicago Sun-Times, concedeu ao filme uma nota zero em quatro estrelas e descreveu o filme como "um filme sujo. Não um filme sexy, erótico fumegante ou mesmo obsceno".[12]

ReferênciasEditar

  1. Os Preguiçosos DVDpt
  2. Mentiras & Trapaças Melhores Filmes
  3. «Slackers». AFI Catalog of Feature Films. Los Angeles, California: American Film Institute. Cópia arquivada em 24 de fevereiro de 2020 
  4. a b c «Slackers (2002) - Box Office Mojo». 14 de fevereiro de 2002. Consultado em 6 de julho de 2011 
  5. «Slackers». The Internet Movie Database 
  6. «Slackers» (em inglês)  no Rotten Tomatoes
  7. Cline, Rich. «Shadows On The Wall». Consultado em 20 de agosto de 2014 
  8. Turner, Matthew. «View London». Consultado em 20 de agosto de 2014 
  9. McGuirk, Margaret. «'Slackers' simply an embarrassment». The Cincinnati Enquirer. Gannett. Consultado em 20 de agosto de 2014 
  10. «Domestic 2002 Weekend 5». Box Office Mojo. Consultado em 11 de julho de 2020 
  11. French, Philip. «Slackers». The Observer. Consultado em 5 de março de 2012 
  12. «Slackers». Roger Ebert. 1 de fevereiro de 2002. Consultado em 31 de janeiro de 2018 

Ligações externasEditar