Smith Wigglesworth

Pregador protestante britânico

Smith Wigglesworth (18591947), britânico, foi um prestigiado pregador protestante dos séculos XIX a XX, reputado como um dos precursores do pentecostalismo e do "movimento de fé e cura".

Smith Wigglesworth
Smith Wigglesworth
Nascimento 8 de junho de 1859
Yorkshire
Morte 12 de março de 1947
Wakefield
Cidadania Reino Unido, Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda
Ocupação pastor, missionário
Religião Pentecostalismo
Página oficial
http://www.smithwigglesworth.com/

Wigglesworth exerceu pujante influência na expansão do Movimento Pentecostal em várias regiões do mundo. À princípio, mediante suas pregações, curas, batismo no Espírito Santo vinculado à glossolalia e ênfase no evangelismo transmitiu o reavivamento religioso por todo Reino Unido. Sua integração à anual Sunderland Whitsuntide Convention intensificou a propulsão do seu ministério para além das fronteiras britânicas; deste modo, foi fundamentalmente importante no desenvolvimento do pentecostalismo na Austrália e Nova Zelândia, ocupando o destaque de ter sido o primeiro pregador pentecostal a ministrar nelas. Ademais, devido ao seu vigoroso zelo evangelístico patrocinou com recursos financeiros de seu próprio ministério inúmeros missionários pentecostais, contribuindo ainda mais com a propagação do movimento.[1]

Biografia editar

Infância editar

Em 10 de junho de 1859 nasceu em um pequeno vilarejo de Yorkshire chamado Menston, sendo o segundo de quatro filhos do casal John e Martha.[2] Seus pais eram extremamente pobres e vivam em um modesto casebre;[3] embora fosse um esforçado trabalhador, seu pai ainda sim sofria duramente para conseguir dar suporte financeiro a sua família. Em suas recordações de infância, Wigglesworth relata um episódio no qual, mesmo sendo rigoroso inverno, seu pai se dispôs a cavar uma vala na terra endurecida pelo gelo em troca de um pouco de dinheiro, pois não havia alimento algum em sua casa.[4]

Com a idade de 7 anos, Wigglesworth e seu irmão mais velho James começaram a trabalhar em uma fábrica de lã, na qual seu pai já era tecelão, a partir de então ele e sua família foram menos castigados pela pobreza.[5]

Vida religiosa editar

Os pais de Wigglesworth não detinham comprometimento algum com o cristianismo, todavia, apesar disso, sua jornada espiritual despertou cedo, de tal modo que ele recordava como na infância era "estranhamento dirigido pelo Espírito Santo";[6] foi sua avó, uma tradicional metodista wesleyana, quem causou essa acentuada influência no desenvolvimento de sua fé.[7] Durante o ano de 1867, em uma das reuniões de avivamento do grupo de sua avó foi onde teve a experiência de conversão;[8] doravante, ele sentiu a convicção de sua salvação e sua paixão pelo evangelismo começou a desabrochar e, posteriormente, a primeira pessoa quem conduziu à conversão foi sua mãe.

Mesmo em tenra idade, a avidez por crescimento espiritual de Wigglesworth era evidente, de tal modo que ele amava atender reuniões, especialmente aquelas dedicadas à narração de testemunhos.[9] Durante as reuniões, o jovem se levantava para contar seu próprio testemunho, entretanto sempre embaraçava-se para encontrar palavras, como também explodia em lágrimas. Até que em certa ocasião após essa usual cena, três anciãos impuseram as mãos sobre ele e oraram, imediatamento o Espírito Santo esteve sobre ele e o curou tornando-o apto a falar;[10] entretanto, essa nova capacidade para falar foi limitada a pessoas individuais ou pequenos grupos, retendo dificuldades para públicos maiores; futuramente, nas reuniões que Wigglesworth promovia, dividia o encargo com sua esposa, que assumia a pregação principal.[1]

Conquanto Wigglesworth tenha iniciado sua trajetória religiosa na Igreja Metodista Wesleyana, ao longo de sua vida também foi filiado de outras denominações - Anglicanismo, Os Irmaõs de Plymouth ("The Plymouth Brethren") e o Exército da Salvação ("The Salvation Army").[1]

Referências

  1. a b c Anne Carp, Sandra (Outubro de 2015). «A PENTECOSTAL 'LEGEND': A REINTERPTETATION OF THE THE LIFE AND LEGACY OF SMITH WIGGLESWORTH» (PDF). University of Birmingham. Consultado em 13 de abril de 2020 
  2. “Births and Baptisms”, Yorkshire Parish Records, 74, accessed October 10 2015; He was baptised on December 4th 1859; See also Frodsham, Apostle of Faith, 1; Hywel-Davies, Baptised by Fire, 22; Stormont, Wigglesworth A Man Who Walked With God, v.
  3. Frodsham, Apostle of Faith, 1; “Census Returns of England and Wales, 1861,” The National Archives of the UK, 2, accessed: September 1 2015; The 1861 Census reveals they lived at Lane End, Menston.
  4. Frodsham, Apostle of Faith, 1-2; See also Hywel-Davies, Baptised by Fire, 23; Wilson, Wigglesworth, 7; Liardon, God’s Generals, 198.
  5. Frodsham, Apostle of Faith, 2. Hywel-Davies, Baptised by Fire, 24. Wilson, Wigglesworth, 8. Stormont, Wigglesworth, 31.
  6. Smith Wigglesworth, “Rising into the Heavenlies,” Town Hall Wellington, January 24 1924, PE 599 (May 30 1925): 3.
  7. Frodsham, Apostle of Faith, 3. See also Hywel-Davies, Baptised by Fire, 25; Cartwright, The Real Smith Wigglesworth, 17; Wilson, Wigglesworth, 9; Stringer, Smith Wigglesworth in Australia and New Zealand, 13.
  8. Frodsham, Apostle of Faith, 3; Hywel-Davies, Baptised by Fire, 25; Stormont, Wigglesworth A Man Who Walked With God, vi; Hibbert, The Secret of his Power, 57-58.
  9. Smith Wigglesworth, “Spiritual Gifts,” Los Angeles, October 1914, TF 34:11 (November 1914): 250; Smith Wigglesworth, “Use and misuse of the Gift of Prophecy,” Chicago, November 2 1922, LRE .4 (January 1923): 21.
  10. Frodsham, Apostle of Faith, 3-4; Hywel-Davies, Baptised by Fire, 26-27; Wilson, Wigglesworth, 10.

Obras editar

Leitura adicional editar

 
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Smith Wigglesworth