Sociedade Brasileira de Musicologia

A Sociedade Brasileira de Musicologia (SBM) é uma entidade sem fins lucrativos que visa reunir os estudiosos da musicologia e da música brasileira em torno de pesquisas e eventos, promover e auxiliar o progresso da musicologia em todas as suas manifestações e cooperar com as instituições educativas, artísticas e entidades competentes em tudo o que incentive e promova a musicologia.

Foi fundada em 29 de setembro de 1981,[1] na sala da Independência do Museu Paulista, no Ipiranga, São Paulo,[2] visando organizar os estudos conduzidos por músicos e estudiosos e formar um centro de pesquisa e promoção da musicologia do país. A fundação da sociedade deu-se no âmbito do I° Simpósio Internacional "Música Sacra e Cultura Brasileira", realizado também em São Paulo, de 27 de setembro a 3 de outubro do mesmo ano, promovido de maneira conjunta pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo e do Institut für hymnologische und musikethnologische Studien e.V., o maior e mais representativo do gênero já realizado na América Latina, que visava oferecer um amplo panorama da história da música sacra e das tradições religiosas de interesse musicológico no Brasil.[2]

Referências

  1. Histórico - Instituto Brasileiro de Estudos Musicológicos.
  2. a b IIº Congresso Brasileiro de Musicologia. N° 19 (1992: 5), Brasil-Europa: Correspondência Euro-Brasileira (visitado 17-4-2010).
  Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.