Abrir menu principal

"Som en dröm" (tradução portuguesa: "Como um sonho") foi a canção que representou a Suécia no Festival Eurovisão da Canção 1967 que se realizou em Viena de Áustria.

Foi interpretada em sueco por Östen Warnerbring, o vencedor do Melodifestivalen 1967. Curiosamente o segundo classificado foi também Warnerbring com a canção "En valsfan" Já em 1960, ele juntamente com Inger Berggren tinham vencido o Melodifestivalen com o tema Alla andra får varann", mas a televisão sueca Sveriges Radio decidiu escolher Siw Malmkvist para interpretar a mesma canção em Londres.[1] Foi a sétima canção a ser interpretada na noite do festival, a seguir à canção helvética "Quel cœur vas-tu briser?, interpretada por Géraldine Gaulier. Som en dröm terminou a competição em 8.º lugar, tendo recebido um total de 7 pontos. No ano seguinte, em 1968, a Suécia fez-se representar com Claes-Göran Hederström, que interpretou "Det börjar verka kärlek, banne mej".

Índice

AutoresEditar

A canção tinha letra de Patrice Hellberg, música de Marcus Österdahl e Curt Peterson e foi orquestrada pelo maestro Mats Olsson.

LetraEditar

A canção é uma balada de amor com Warnerbring dirigindo-se à sua amante e comparando o seu amor a um sonho que se tornou realidade. Diz que no sonho dele ela era tudo para ele e a resposta de todos so seus sonhos. Diz-lhe por fim que "No meu sonho de eternidade, eu encontrei a realidade." O seu amor era a resposta de todos os seus sonhos. Termina a canção pedindo a ela para lhe dar a mão e assim o sonho deles tornar-se verdade.

VersõesEditar

Warnerbring lançou também uma versão em inglês desta canção intitulada "As a dream"

Referências

  1. Leif Thorsson. Melodifestivalen genom tiderna ["Melodifestivalen através dos tempos"] (1999), p. 62-67, 258. Stockholm: Premium Publishing AB. ISBN 91-89136-29-2
Precedido por
"Nygammal vals" by Lill Lindfors e Svante Thuresson
Vencedores do Melodifestivalen
1967
Sucedido por
"Det börjar verka kärlek, banne mig" por Claes-Göran Hederström

Ligações externasEditar