Sou cigana (canção de Elvas)

"Sou cigana" é uma canção de Natal tradicional portuguesa originária de Elvas.[1]

HistóriaEditar

Esta interessante cantiga tem diversos pontos de contacto com "Natal cigano", proveniente de Pardais, que é uma localidade próxima. Ambas seriam interpretadas pela personagem "Cigana" em autos populares.[2]

Segundo o musicólogo português Mário de Sampayo Ribeiro, a música desta canção de Natal apresenta características que indicam uma origem espanhola.[3] A letra, por sua vez, parece remontar aos séculos XVII ou XVIII, altura em que a "Cigana" passou a ser uma personagem comum nas peças populares.[2]

Jorge Croner de Vasconcelos, compositor português, utilizou esta cantiga como um dos seus Oito Cantos do Natal em 1974.[1]

LetraEditar

A letra desta cantiga é muito pequena e simples. Na primeira quadra a Cigana avisa a plateia do propósito da sua viagem: vai na direção de Belém para felicitar Maria e agradecer ao Menino Jesus; na segunda, após chegar ao presépio, louva o Menino Jesus e Nossa Senhora.

Sou cigana, sou cigana
Caminho para Belém,
Vou dar graças ao Menino
E à Senhora o parabém.

Parabéns vos dou Senhora
P'lo vosso Filho nascido
Na Terra seja louvado
E no Céu engrandecido.[1][3]

DiscografiaEditar

  • 2011Canções de Natal Portuguesas. Coro Gulbenkian. Trem Azul. Faixa 9: "Sou cigana".[4]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c Vasconcelos, J. Croner de (1974). Oito Cantos do Natal. Para coro de vozes iguais 1 ed. Lisboa: [s.n.] 
  2. a b Carvalho, Maria José Albarran (1999). «Inserção do Profano no Sagrado - a adoração do menino num corpus de peças de Cante». Filologia e Lingüística Portuguesa (3): 23-54 
  3. a b Ribeiro, Mário de Sampayo (1939). «Música do Natal português». Lisboa. Ocidente. 6 e 7 
  4. «Canções de Natal Portuguesas». 2011. Consultado em 19 de agosto de 2015. Arquivado do original em 30 de abril de 2015