Abrir menu principal
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido (desde dezembro de 2012). Ajude e colabore com a tradução.


Soyuz 7K-L3 (LOK)
A Soyuz 7K-L3, ou Soyuz 7K-LOK,
Lunniy Orbitalny Korabl.
Origem
País  União Soviética
Fabricante S.P. Korolev RSC Energia
Operação
Levar dois astronautas em circunavegação lunar
Tipo de missão
Versão específica para missões lunares
Características físicas
Altura 10,06 m
Diâmetro 2,20 m
Volume 9 m3
Massa 9.850 kg

A Soyuz 7K-L3, também conhecida como Soyuz 7K-LOK (do termo em russo Lunniy Orbitalny Korabl, ou Máquina Orbital Lunar), foi projetada para ser usada no Programa lunar tripulado soviético, mais especificamente no subprograma Lunar L3.[1]

A Soyuz 7K-L3, era baseada nas anteriores Soyuz 7K-L1 e Soyuz 7K-OK. Apenas três lançamentos desse modelo ocorreram: um teste não tripulado em órbita terrestre bem sucedido em 1970, utilizando um foguete Soyuz-L na missão Kosmos 379, e outros dois, também não tripulados em 1971 e 1972, ambos terminando em falha com a explosão do veículo lançador, o foguete N-1.[1]

Esse modelo tinha a capacidade de se acoplar a outra espaçonave, mas sem um "túnel de passagem", obrigando os cosmonautas a uma atividade extraveicular para a transferência. Para isso, eles usavam o traje espacial Krechet, predecessor do Orlan, usado atualmente pela tripulação Russa na ISS.[1]

Precedido por
Soyuz 7K-L1
Naves das Missões Soyuz
19711973
Sucedido por
Soyuz 7K-T

ReferênciasEditar

  1. a b c Mark Wade. «L3». Encyclopedia Astronautica. Consultado em 17 de julho de 2019 
  Este artigo sobre espaçonaves ou sondas espaciais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.