Abrir menu principal
Como ler uma infocaixa de taxonomiaSphaerocarpaceae
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Marchantiophyta
Classe: Marchantiopsida
Ordem: Sphaerocarpales
Família: Sphaerocarpaceae
(Dumort.[1]) Heeg[2]
Géneros

Sphaerocarpaceae é uma família e hepáticas pertencente à classe Marchantiopsida que agrupa cerca de 10 espécies repartidas pelo género monotípico Geothallus e pelo género Sphaerocarpos.

Índice

DistribuiçãoEditar

A maioria das espécies da família ocorre no oeste das Américas, desde o estado de Washington até à região central do Chile.[3] Contudo, a espécie tipo do género Sphaerocarpos, S. michelii, é nativa da Europa.

A espécie infestante Sphaerocarpos texanus tem uma vasta distribuição em campos e jardins da América do Norte, Europa ocidental e região mediterrânica da África. Poderá ter sido introduzida com solo trazido com produtos agrícolas ou plantas de jardim importados das Américas.

ClassificaçãoEditar

O grupo de espécies que agora integra a família Sphaerocarpaceae foi reconhecido por Barthélemy Charles Joseph Dumortier em 1874 como sendo uma tribo,[1] e elevado ao nível de família em 1891 por Moritz Heeg,[4] com o nome "Sphaerocarpeae".[2] Na sua presente circunscrição taxonómica a família inclui dois géneros reconhecidos, com apenas uma espécie em Geothallus e as restantes incluídas em Sphaerocarpos.

A família Sphaerocarpaceae inclui as seguintes espécies:

ReferênciasEditar

  1. a b Dumortier, B. C. J. (1874). «Hepaticae Europae, Jungermannideae europae post semiseculum recensitae, adjunctis Hepaticis». Brussels & Leipzig. Bull. Soc. Bot. Belg. 13: 163 
  2. a b Heeg, M. (1891). «Niederösterreichische Lebermoose». Verhandlung der kaiserlich-königlichen zoologisch-botanischen Gesellechaft in Wien. 41: 573 
  3. Schuster, Rudolf M. (1992). The Hepaticae and Anthocerotae of North America. V. Chicago: Field Museum of Natural History. pp. 810–811. ISBN 0-914868-20-9 
  4. Lexikon deutschsprachiger Bryologen, Volume 1, p. 173.

Ligações externasEditar