Stephen Gray

Stephen Gray (Canterbury, dezembro de 1666Londres, 7 de fevereiro de 1736) foi um físico e astrônomo amador inglês que trabalhava como tintureiro.

Stephen Gray
Nascimento dezembro de 1666
Canterbury
 Inglaterra
Morte 7 de fevereiro de 1736 (69 anos)
Londres
Nacionalidade Reino Unido Inglês
Prêmios Medalha Copley (1731), Medalha Copley (1732)
Instituições Trinity College (Cambridge)
Campo(s) Física, astronomia

Descobriu que era possível transferir para outros corpos a eletricidade produzida no vidro, por atrito, através de um grupo de materiais.

Foi o descobridor da eletrização por indução, preferencialmente observada em corpos metálicos. Explicou também as prioridades de condutores e isolantes.

Entre as contribuições de Gray à astronomia, encontram-se observações sobre as manchas solares e eclipses.

Apesar de seu notável trabalho, Gray quase não é citado na literatura corrente.

Foi laureado com as duas primeiras Medalhas Copley:

  • 1731 - "Por seus novos experimentos sobre eletricidade: como encorajamento devido à rapidez que sempre mostrou à Royal Society com suas descobertas e melhoramentos nesta parte das ciências naturais".[1]
  • 1732 - "Pelos experimentos realizados durante o ano 1732".[2]

Referências

Ligações externasEditar


Precedido por
Medalha Copley
1731
Sucedido por
Stephen Gray
Precedido por
Stephen Gray
Medalha Copley
1732
Sucedido por
John Theophilus Desaguliers


  Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.