Abrir menu principal

Sufete[1] (em púnico: špṭ) era a designação dada aos governantes máximos das cidades-estado fenícias e cartaginesas. Por vezes o termo refere-se especificamente aos magistrados supremos de Cartago, onde todos os anos eram eleitos dois a quatro sufetes para dirigirem o governo do estado cartaginês.[2][3]

A palavra, que por vezes é escrita como suffete ou shophet, tem origem semita e aparece em várias línguas e culturas semitas além do fenício,[2] nomeadamente no hebraico (shōphēṭ, plural: shophtim ou shoftim; lit.: "juiz").[4] O significado está sempre associado ao exercício do poder, quer executivo quer judicial.[2]

Nas várias cidades-estado fenícias propriamente ditas, ou seja, das costas do que é hoje o Líbano e a Síria, bem como nas suas colónias espalhadas pelo Mediterrâneo, os sufetes eram magistrados não hereditários aos quais era entregue o governo.[2] O historiador romano Tito Lívio menciona os sufetes na sua obra (XXVIII, xxxvii)[5] e compara as suas funções e poderes do sufete de Cartago com a dos cônsules romanos (XXX, vii).[4][6]

Os sufetes surgiram em Cartago no século V a.C.. A sua origem é obscura. Segundo alguns historiadores ela está associada à mudança de poder de monarcas hereditários para uma aristocracia de mercadores. Esta teoria pressupõe que Cartago foi realmente governada por uma monarquia entre a sua fundação no século VIII a.C. e a século V a.C., algo que é disputado por alguns académicos. Aparentemente, os sufetes eram eleitos (ou reeleitos) todos os anos e o seu número pode ter variado entre um e quatro,[2] embora muitas fontes refiram que eram dois. Os sufetes cartagineses presidiram a um conselho de aristocratas e além das funções executivas tinham também a função de juízes supremos.[2]

Referências

  1. «Cartago, a Grande». www.infopedia.pt. Infopédia. Porto Editora. Consultado em 8 de novembro de 2013 
  2. a b c d e f Botterweck, G. Johannes; Ringgren, Helmer; Fabry, Heinz-Josef (2006), Theological Dictionary of the Old Testament, ISBN 9780802823397 (em inglês), 15, Wm. B. Eerdmans Publishing, p. 417-418, consultado em 8 de novembro de 2013 
  3. «suffete». www.merriam-webster.com (em inglês). Merriam-Webster. Consultado em 8 de novembro de 2013 
  4. a b Drum, W. (1910). «Judges». www.newadvent.org (em inglês). Nova Iorque: Robert Appleton Company, New Advent Catholic Encyclopedia. Consultado em 8 de novembro de 2013 
  5. Tito Lívio, História Romana, 28.37
  6. Tito Lívio, História Romana, 30.7, 34.61