Superstrato

página de desambiguação de um projeto da Wikimedia


Superstrato (do latim superstratu, us = "em cima [super] do estrato [stratu, us] ou camada") é originariamente aquilo que está em cima de uma camada (ou estrato), de qualquer natureza. Pode, pois, conceber-se como concreto ou abstrato, denotativa ou conotativamente e, hodiernamente, aplica-se a um sem-fim de idéias.[1][2] (Ver o conjugado dicotômico substrato)

Wikcionário
O Wikcionário tem o verbete superstrato.

Superstrato pode referir-se a:

  1. Qualquer objeto, ou material, crescido sobre um organismo, ou ao qual está fixado em modo superior: substância, ou estrato, subjacente a esse organismo.
  1. Aquilo que constitui a parte consequencial do ser; a [sua] consequência.
  2. O [ser] (ontológico qualquer) que é causado por ou originado de outro [ser] (ontológico também qualquer).
  3. O que é suportado por outra existência, considerada esta outra como base [da "posterior"].
  • Geologia: o solo ou qualquer das camadas mais superficiais em relação às mais profundas.
  • Gráfica, indústria: o acabamento, a parte mais externa, o revestimento duma impressão gráfica.
  • Lingüística: no domínio da linguística, superstrato pode significar:
  1. Língua dum povo conquistador, posteriormente abandonada, e que exerce alguma influência no idioma dos vencidos, idioma esse adotado pelos conquistadores. São exemplos de superstratos: o superstrato germânico e o superstrato árabe.
  2. Língua falada pelo grupo socialmente dominante em circunstâncias e situações de pidginização ou de crioulizacão e que fornece a maior parte do vocabulário.
  1. Substância que se considera, mais ou menos arbitrariamente, como o participante ativo de uma dada reação, o que permite classificar tal reação quanto ao efeito provocado por outra substância, que será o reagente, participante passivo.
  • Música: um tipo ou modelo de guitarra elétrica, considerado evolução do modelo "stratocaster".

Referências

  1. AULETE Digital. Dicionário Contemporâneo da Língua Portuguesa. São Paulo (SP, Brasil: Lexicon, 2008.
  2. FERREIRA, Aurélio B. H.. Dicionário da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro (RJ, Brasil): Nova Fronteira, 2000.

Ver tambémEditar