Sustentação negativa

Sustentação negativa é o efeito causado por um aerofólio ou qualquer outro apêndice aerodinâmico e que tende a manter o veículo mais firme no solo, inclusive em curvas, graças a passagem do ar por esses equipamentos.

Vista da parte inferior do carro de F1 Lotus 78 e, a funcionalidade dos pods laterais, que são moldados por dentro com um perfil de asa negativa.

Kits aerodinâmicosEditar

Para obter sustentação negativa, os carros de competição possuem kits aerodinâmicos, fazem parte deste kit a asa dianteira, asa traseira e passagens de ar embutidas em um kit de corpo especial para o carro.

A função deste kit aerodinâmico, de uma visão geral, não é só oferecer sustentação negativa ao carro, mas sim o que seria uma conseqüência de um kit aerodinâmico bem configurado, oferecer também estabilidade nas curvas.

Configuração dos kits aerodinâmicosEditar

A configuração destes kits aerodinâmicos podem levar a pontos diferentes em termo de pilotagem. Pode-se fazer o carro obter a velocidade máxima de uma forma mais rápida onde o espaço físico permitir, ou seja, o carro irá correr mais de reta, porém, não irá se comportar bem em curvas. Por outro lado, pode-se configurar o conjunto aerodinâmico para obter mais estabilidade em curvas, no entanto, o carro não correrá o mesmo em retas.

O objetivo de um piloto na preparação de um carro de competição inclui o acerto do conjunto aerodinâmico, isto é, encontrar uma configuração adequada que ofereça as duas vantagens ou a vantagem necessária, levando em consideração os detalhes de cada circuito, seus traçados, tipos de curva (curvas de baixa, média ou alta velocidade), qualidade da pista e suas ondulações.

Ver tambémEditar