O T-10 foi um tanque de guerra desenvolvido pela União Soviética durante a Guerra Fria. Ele começou a ser produzido em 1952 na versão IS-10 (Iosif Stalin, forma russa do nome Josef Stalin), mas devido ao clima político tenso da era pós-Stalin (a desestalinização), a partir de 1953, o veículo foi redesignado como T-10.[2][3]

IS-10 / T-10
T-10 tank.jpg
Um tanque T-10 soviético em um museu em Kiev.
Tipo Carro de combate pesado
Local de origem  União Soviética
História operacional
Em serviço 1953-1996
Utilizadores  Egito
 Ossétia do Sul
 Rússia
 Síria
 União Soviética
Vietname Vietnã do Norte
Guerras Guerra fria
Invasão da Tchecoslováquia
Histórico de produção
Criador Josef Kotin
Data de criação 1948-52
Fabricante Fábrica 185, Fábrica 174
Período de
produção
1953-66
Quantidade
produzida
1438
Variantes T-10A; T-10B; T-10M e Objeto 268
Especificações
Peso 52 000 kg (115 000 lb)
Comprimento 7,41 m (7 400 mm)
Comprimento 
do cano
5,246 m (5 200 mm)[1]
Largura 3,56 m (3 600 mm)
Altura 2,43 m (2 400 mm)
Tripulação 4
Blindagem do veículo 80 mm (3,1 in) - 120 mm (4,7 in)
Armamento
primário
Canhão D-25TA de 122 mm (4,8 in) no modelo T-10M ou
M-62-T2 de 122 mm (4,8 in)
Armamento
secundário
2 x metralhadoras DShK de 12,7 mm (0,50 in)
T-10M: 2 x metralhadoras pesadas KPVT de 14,5 mm (0,57 in)
Motor 39-l 12 cilindros Kharkiv V-2-IS diesel de 700 hp (522 kW)
T-10M: 750 hp (559 kW)
Peso/potência 13 hp por tonelada
Suspensão Barra de torção
Obstáculo vertical 0,9 m (2,95 ft)[nota 1]
Fosso m (9,84 ft)[nota 1]
Alcance
operacional (veículo)
250 km (160 mi)
Velocidade 42 km/h (26,1 mph)
T-10M: 50 km/h (31,1 mph)
Notas
Dados de: Military Factory.com[1] e Coleção Armas de Guerra Volume 11 - Veículos Militares 1943-1974[nota 1]

A maior diferença, se comparado ao seu antecessor (o IS-3), era o casco mais longo, sete pares de rodas, uma torre de tiro nova, um motor melhor e blindagem aprimorada. A performance em geral era a mesma, apesar do T-10 poder carregar mais munição. O tanque deixou de ser produzido em 1956, chegava a fazer mais de 40 km/h e levava uma tripulação de quatro homens. Ficou no serviço ativo até o começo da década de 1990, quando foi aposentado. Participou de alguns conflitos no oriente médio (como a Guerra dos Seis Dias e a do Yom Kipur).[3]

UtilizadoresEditar

Notas

  1. a b c Coleção Armas de Guerra Volume 11, T-10 pág.147.

BibliografiaEditar

  • Coleção Armas de Guerra Volume 11 - Veículos Militares 1943-1974, T-10 pág.147. Abril Coleções, 178 páginas, São Paulo Abril de 2010 - ISBN 978-85-7971-147-3

Referências

  1. a b IS-10/T-10 (em inglês) - militaryfactory.com. Visitada em 6 de março de 2020.
  2. Perret, Bryan, Soviet Armour Since 1945, London:Blandford Press (1987), ISBN 0-7137-1735-1
  3. a b "IS-10 / T-10 (Josef Stalin) Heavy Tank (1953)". Página acessada em 6 de setembro de 2014.

Ligações externasEditar

  •   Conteúdo relacionado com T-10 no Wikimedia Commons.


  Este artigo sobre Veículos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.