Abrir menu principal

TV Itacolomi

extinta emissora de televisão brasileira de Belo Horizonte, MG
TV Itacolomi
Av. Assis Chateaubriand, 499, Floresta, Belo Horizonte
 Brasil
Cidade de concessão Belo Horizonte, Minas Gerais
Canais
4 VHF analógico
Slogan Sempre na liderança (1960)
A emissora dos mineiros (1980)
Fundador Assis Chateaubriand
Proprietário Diários Associados
Fundação 8 de novembro de 1955
Extinção 18 de julho de 1980
Sucessora Rede Manchete
, RedeTV!
Prefixo PRB3 - TV (1955-1973)
ZYA 721 (1973-1980)

A TV Itacolomi foi uma emissora de televisão brasileira localizada no estado de Minas Gerais. Fundada pelo jornalista e empresário Assis Chateaubriand, fazia parte do grupo Diários Associados e afiliada á Rede Tupi de Televisão, e sintonizada no canal 4. Foi a primeira emissora da cidade de Belo Horizonte e a terceira emissora do país a estrear.[1]

Da década de 1950 á 1980, produziu a sua própria programação. Em 1972, com a formação da Rede Tupi de Televisão (anteriormente TV Tupi) passou a transmitir a programação da rede, mas sem deixar de lado a sua programação regional.[2]

Na década de 1980, teve sua concessão cassada e saiu do ar em 18 de julho, junto á Rede Tupi de Televisão. Era uma emissora irmã da TV Alterosa, que após a sua extinção, passou a ocupar a sua sede.[3][4][1]

HistóriaEditar

A emissora foi fundada em 1955 por Assis Chateaubriand, que fez questão de estar presente na inauguração, que ocorreu em 8 de novembro do mesmo ano.[5] [6]

A primeira sede da emissora funcionou no Edifício Acaiaca, na Av. Afonso Pena, 867.[7] Na década de 1970, mudou-se para o Palácio do Rádio, na Av. Assis Chateaubriand, 499; e logo após a extinção da Itacolomi, passou a ser utilizada como sede da TV Alterosa.[8][9][10]

Pós-extinçãoEditar

Após o fim, o canal 4 de Belo Horizonte foi outorgado para a Rede Manchete de Televisão, recebendo a nomenclatura de TV Manchete Minas. Em 1999, sua concessão foi vendida para o grupo TeleTV, que é a atual RedeTV!.[11]

JingleEditar

Enquanto esteve no ar, exibiu diversas vinhetas animadas que referenciaram a emissora. Um deles, exibia um indiozinho (mascote da emissora) que pintava um mapa do Brasil em cima de uma escada e um coro ao fundo pronunciava em melodia: "TV Itacolomi. Sempre na liderança! Canal 4, Belo Horizonte. Minas gerais.".[12]

ProduçõesEditar

TelenovelasEditar

JornalísticosEditar

Referências

  1. a b «Tv Tupi – Primeira emissora de TV da América Latina». Ensinar História - Joelza Ester Domingues. Consultado em 28 de setembro de 2019 
  2. «Eu Amo Ipatinga». Eu Amo Itapinga. Consultado em 28 de setembro de 2019 
  3. Entretenimento, Portal Uai; Entretenimento, Portal Uai (11 de dezembro de 2018). «Mostra traz imagens da TV Itacolomi, a primeira emissora de Minas». Portal Uai Entretenimento. Consultado em 28 de setembro de 2019 
  4. Gerais, Universidade Federal de Minas. «Exposição resgata a história da TV Itacolomi». Universidade Federal de Minas Gerais. Consultado em 28 de setembro de 2019 
  5. Debate, O. (13 de janeiro de 2006). «TV Itacolomi I». O Debate. Consultado em 28 de setembro de 2019 
  6. «A história da TV Itacolomi». PRÓ-TV. 1 de março de 2017. Consultado em 26 de setembro de 2019 
  7. «TV Itacolomi – A Pioneira de Minas | Belo Horizonte». www.P.M. Belo Horizonte. Consultado em 28 de setembro de 2019 
  8. Gerais, Portal Minas. «Portal Minas Gerais - Eventos: TV ITACOLOMI – A PIONEIRA DE MINAS». www.minasgerais.com.br. Consultado em 28 de setembro de 2019 
  9. «TV Itacolomi: a Pioneira de Minas». Noturno nos Museus. 16 de maio de 2019. Consultado em 28 de setembro de 2019 
  10. Brandão, Cristina; Lins, Flávio; Maia, Aline (2011). «Itacolomi – uma TV para Minas Gerais». Revista FAMECOS. 18 (3): 877–893. ISSN 1980-3729. doi:10.15448/1980-3729.2011.3.10387 
  11. Brasil, CPDOC-Centro de Pesquisa e Documentação História Contemporânea do. «TV TUPI». CPDOC - Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil. Consultado em 28 de setembro de 2019 
  12. Brandão, Cristina; Lins, Flávio; Maia, Aline (2011). «Itacolomi – uma TV para Minas Gerais». Revista FAMECOS. 18 (3): 877–893. ISSN 1980-3729. doi:10.15448/1980-3729.2011.3.10387 
Precedido por
-
Canal 4 VHF de Belo Horizonte
1955-1980
Sucedido por
TV Manchete Minas
  Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.