Tanga (selo)

Tanga ou danga (em turco antigo: 𐱃𐰢𐰍𐰀; em turco: tamga ou damga, lit. "marca" ou "sinal")[1] é um selo ou estampa usada pelos povos turcomanos. No tempo do Ilcanato (r. 1256–1335/1353), sob o nome de altanga (āl tamḡā, lit. "selo vermelho"), era o selo supremo do ilcã. Por extensão, podia significar "documento com um selo vermelho". Dada sua relevância, o altanga foi usado no Sultanato Jalairida, na Horda Dourada, no Império Timúrida e mesmo na Índia, segundo ibne Batuta.[2]

Tanga de Caidu, da Casa de Oguedai

Referências

  1. Post 1960, p. 456.
  2. Doerfer 1984, p. 766-768.

BibliografiaEditar

  • Post, Hendrick Houwens (1960). «A terminologia portuguesa ou aportuguesada do Itinerário viagem ou navegação à Índia Oriental ou portuguesa de João Huyghen van Linschoten». Lisboa: Tipografia de Editorial Império, Lda. Revista de Portugal: 349-61, 454-472 
  • Doerfer, G. «āl tamḡā». Enciclopédia Irânica Vol. I, Fasc. 7. Nova Iorque: Imprensa da Universidade de Colúmbia