Abrir menu principal
Tarcondímoto I
-
Nascimento Século I a.C.
Morte 31 a.C.
Nacionalidade
SPQR.svg
República Romana
Ocupação Rei cliente
Moeda com efígie de Caio Sósio

Tarcondímoto I (em grego: Ταρκονδίμοτος; transl.: Tarkondímotos; em latim: Tarcondimotus; m. 31 a.C.) foi um rei cliente romano da Cilícia, que desempenhou um papel nas guerras civis romanas da República Romana Tardia. Com base em inscrições, sua família veio de Castabala e ele era filho de Estratão, e teve provavelmente dois filhos, Filopátor I e Tarcondímoto II, e uma filha chamada Júlia.[1]

Tarcondímoto primeiramente apoio Pompeu na guerra civil contra Júlio César, mas após a derrota e morte de Pompeu foi perdoado por César e confirmado em seu título e possessões.[2] O nome da filha de Tarcondímoto é provavelmente um indicativo de que também recebeu a cidadania romana.[1]

Durante a guerra civil dos liberatores, apoiou Caio Cássio Longino, e depois Marco Antônio, a quem seguiu nos estágios iniciais de sua guerra contra Otaviano. Tarcondímoto foi morto em uma batalha naval em 31 a.C., lutando sob Caio Sósio contra Marco Vipsânio Agripa.[1][2]

Referências

  1. a b c Stein 1932, p. 2297-2298.
  2. a b Smith 1870, p. 975.

BibliografiaEditar

  • Smith, William (1870). Dictionary of Greek and Roman Biography and Mythology. III. [S.l.: s.n.] 
  • Stein, E. (1932). Realencyclopädie der Classischen Altertumswissenschaft. [S.l.]: Band IVA, Halbband 8, Symposion-Tauris