Abrir menu principal

Tarzan and the Tarzan Twins

Tarzan and the Tarzan Twins
Autor(es) Edgar Rice Burroughs
País Estados Unidos
Gênero Aventura
Ilustrador Roy G. Krenkel
Editora Canaveral Press
Lançamento 1963

Tarzan and the Tarzan Twins é um livro de autoria do escritor norte-americano Edgar Rice Burroughs, destinado ao público infanto-juvenil. Publicado em 1963, o livro é formado pelas novelas The Tarzan Twins e Tarzan and the Tarzan Twins with Jad-bal-ja, the Golden Lion.[1]

A obra permanece inédita no Brasil, exceto por uma adaptação em quadrinhos editada pela EBAL.

GêneseEditar

Burroughs concebeu Tarzan como entretenimento para o público adulto. Entretanto, o personagem sempre atraiu uma audiência jovem, a ponto do autor temer que o herói fosse rotulado como propriedade das crianças.[1]

À medida que esse interesse crescia, crescia também a pressão para que Burroughs escrevesse histórias para esse mercado. Finalmente, ele se deixou vencer e escreveu The Tarzan Twins (Os Gêmeos Tarzan) em 1927, publicada no mesmo ano.

Os editores queriam um irmão e uma irmã, mas Burroughs ficou incomodado com a perspectiva de mostrar uma menina nos trajes diminutos da selva,[1] daí ter criado um par masculino. Dick e Doc são primos, filhos de mães gêmeas idênticas. Nasceram no mesmo dia, um nos Estados Unidos, o outro na Inglaterra. Como os dois são muito parecidos e estão sempre juntos, todo mundo os chama de "gêmeos Tarzan", porque o pai de Doc é parente distante do Lord Greystoke.

Diversas edições ilustradas chegaram às livrarias entre 1927 e 1932. Apesar da embalagem luxuosa e de um prêmio na American Society of Graphic Arts]], a obra pouco vendeu.[1] Ainda assim, Burroughs escreveu uma sequência em 1928, intitulada Tarzan and the Tarzan Twins with Jad-bal-ja, the Golden Lion (Tarzan e os Gêmeos Tarzan com Jad-bal-ja, o Leão Dourado), editada em livro em 1936.

ResumoEditar

Dick e Doc viajam de trem para, enfim, conhecerem o rei das selvas. Quando o comboio é obrigado a parar devido a um problemas nos trilhos, eles se embrenham pela floresta e ficam perdidos. Acabam capturados pela tribo dos bagallas, e, depois de um tempo, fazem amizade com um dos nativos, que os ajuda a fugir. Perseguidos, são finalmente salvos por Tarzan e os guerreiros Waziri, que estavam à procura deles.

No outro dia, o homem-macaco os leva a passear, acompanhados por Jad-bal-ja, o leão dourado com juba negra. No meio do caminho, Tarzan os deixa aos cuidados do leão e vai cuidar de outro assunto. Cai uma terrível tempestade, que leva Dick e Doc para longe. Em suas andanças a esmo, eles encontram um bando de homens feras, foragidos de Opar. Os oparianos trazem consigo a jovem Gretchen von Harben, que haviam sequestrado e transformado em sacerdotisa. Eles procuram uma vítima para sacrificar ao "deus flamejante" (o Sol).

Dick e Doc conseguem resgatar Gretchen, mas os três são aprisionados e Dick é levado ao altar, onde será imolado pelas mãos da moça. Gretchen, contudo, deixa cair a Faca Sagrada, causando a ira dos oparianos. Quando tudo parecia perdido, Tarzan e Jad-bal-ja chegam para salvá-los.[2]

Trajetória editorialEditar

The Tarzan Twins foi publicada em livro (capa dura) em 10 de outubro de 1927, com sobrecapa, guardas e quarenta e uma ilustrações internas de Douglas Grant.[1]

Tarzan and the Tarzan Twins with Jad-bal-ja, the Golden Lion foi publicada em livro de capa dura em 9 de março de 1936, ilustrado por Juanita Bennett.[1]

Finalmente, a editora Canaveral Press reuniu as duas narrativas no volume Tarzan and the Tarzan Twins, em 30 de novembro de 1963. A sobrecapa e dezenove ilustrações internas são de autoria de Roy G. Krenkel.[1]

AdaptaçõesEditar

QuadrinhosEditar

A primeira quadrinização foi na forma de tiras diárias por Rex Maxon (ilustrações) e Don Garden (roteiro), tendo aparecido nos jornais entre 2 de setembro e 28 de dezembro de 1938.[1]

Tarzan and The Tarzan Twins with Jad-bal-ja, the Golden Lion apareceu nos jornais de 11 de outubro de 1937 a 15 de janeiro de 1938, com o título de Tarzan Under Fire. William Juhré (arte) e Don Garden (texto) foram os responsáveis pela adaptação.[1]

O livro foi adaptado para as revistas em quadrinhos pela Gold Key na edição de outubro de 1970 de "Tarzan of the Apes", com ilustrações de Mike Royer e roteiro de Gaylord Du Bois.[1] Essa adaptação foi lançada no Brasil pela EBAL na revista "Tarzan" de maio de 1971, como o 35o. livro da Coleção Lança de Prata.[2]

ReferênciasEditar

  1. a b c d e f g h i j GRIFFIN, Scott Tracy (2012). Tarzan: The Centennial Celebration. [S.l.]: Titan Books. 320 páginas. ISBN 9781781161692 
  2. a b DUBOIS; ROYER, Mike (1971). «Os Gêmeos de Tarzan». EBAL. Tarzan. 3 (68) 

Ligações externasEditar