Abrir menu principal

Teófilo Chantre (Ilha de São Nicolau, 1964) é um músico e compositor caboverdiano.[1][2][3]

Quando Teófilo Chantre tinha treze anos, a sua família partiu de Cabo Verde para Paris. Esta distância da sua terra nativa serviu de inspiração e despertou a sua criatividade, tendo começado a compor, durante a sua adolescência, canções inspiradas nas mornas e coladeiras da sua terra.

Ao longo da sua vida foi também muito influenciado pela restante música lusófonoa, a brasileira em particular. A sua reputação como cantor e compositor foi aumentando até ao ponto de Cesária Évora ter gravado três canções suas no seu disco Miss Perfumado, que fez dela uma estrela internacional.

Tendo continuado a compor para outros intérpretes, Chantre consolidou entretanto a sua posição enquanto intérprete e gravou diversos discos, entre os quais Di Alma e Viaja.

Em concerto interpreta as suas canções sobretudo acusticamente, com acordeão, baixo, guitarra, cavaquinho e bateria.

DiscografiaEditar

  • “Terra & Cretcheu”,  1993
  • “Di Alma”,  1997
  • “Rodatempo”,  2000
  • “Live”,  2002
  • “Azulando” – 2004
  • "Metissage" - 2013

Referências

  1. «Música popular africana Teófilo Chantré». universia.es. Consultado em 18 de agosto de 2010  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  2. «Teofilo Chantre (The Leopard Man's African Music Guide)». leopardmannen.no. Consultado em 18 de agosto de 2010. Arquivado do original em 27 de setembro de 2008  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  3. «Capeverdean Singer - Teófilo Chantre». caboverde.com. Consultado em 18 de agosto de 2010  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)

Ligações externasEditar

  A Wikipédia possui o
Portal de Cabo Verde
  Este artigo sobre um(a) cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.