Abrir menu principal
Teófilo da Trindade.

Teófilo José da Trindade GCTEGOAGOSEGCMAI (Lagoa, 27 de Janeiro de 1856Lisboa, 10 de Dezembro de 1936) foi um militar, político e administrador colonial português.

BiografiaEditar

Oficial de engenharia militar do Exército Português, onde atingiu o posto de general. Para além de funções militares, foi director de Obras Públicas da Companhia de Moçambique, na cidade da Beira, e governador de Manica e Sofala. Foi Ministro das Colónias (de 28 de Janeiro a 10 de Março de 1915) e depois Ministro dos Negócios Estrangeiros (de 28 de Janeiro a 15 de Maio de 1915) no governo ditatorial presidido por Pimenta de Castro.[1] A 15 de Fevereiro de 1919 foi feito Grande-Oficial da Ordem Militar de Avis e a 31 de Dezembro de 1920 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito.[2] Em 1927 foi nomeado presidente da Junta Autónoma de Estradas, sendo a primeira personalidade a exercer o cargo. A 11 de Julho de 1929 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem Civil do Mérito Agrícola e Industrial Classe Industrial e a 27 de Outubro de 1934 foi feito Grande-Oficial da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada.[2]

Notas

  1. Nota biográfica.
  2. a b «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Teófilo José da Trindade". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 25 de outubro de 2015 
  Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.