Teodósio de Tarnovo

Teodósio de Tarnovo (em búlgaro: Теодосий Търновски; romaniz.: Teodosiy Tarnovski; 1300 - 1363) foi um alto clérigo e eremita búlgaro do século IV creditado como aquele que estabeleceu no hesicasmo no Segundo Império Búlgaro. Um discípulo de Gregório do Sinai, Teodósio fundou o mosteiro e escola de Cilifarevo próximo da então capital búlgara Tarnovo e teve um papel importante na condenação de várias heresias durante o reinado do tsar búlgaro João Alexandre (r. 1331–1371).[1]

Santo Teodósio de Tarnovo
Nascimento  
ca. 1300
Morte  
1363
Veneração por Igreja Ortodoxa
Festa litúrgica 27 de novembro
Polêmicas Controvérsia hesicasta
Gloriole.svg Portal dos Santos

Teodósio morreu em 1363 no mosteiro de São Mamante em Constantinopla Foi para a capital bizantina em uma visita a seu seguidor, o patriarca Calisto I, que consequentemente escreveu uma longa passional sobre Teodósio. Entre os discípulos de Teodósio estava o patriarca Eutímio de Tarnovo, o último chefe da Igreja Ortodoxa Búlgara da Idade Média, assim como um escritor e hesicasta.[1]

Referências

  1. a b «Sv. prepodobni Teodosij Tǎrnovski» (em búlgaro). Consultado em 21 de dezembro de 2013