Thomas Abington

Thomas Abington (Surrey, 15601647) foi um antiquário inglês. As suas colecção de antiguidades tornaram-no famoso no mundo da arte da altura. Filho de John Habington e Catherine Wykes e irmão de Edward Habington. Seu pai, que foi tesoureiro de Rainha Elizabeth, o instruiu em Oxford, Reims e Paris.

Por seis anos ele foi preso na Torre de Londres, sendo acusado, com seu irmão Edward, de ter participado do Babington Plot para efetuar a fuga de Maria, Rainha dos Escoceses. Em sua libertação, ele se retirou para Hindlip Hall em Worcester, onde deu asilo aos padres jesuítas, Henry Garnett e Edward Oldcorne, acusado de cumplicidade no Gunpowder Plot. Por isso ele foi condenado à morte, mas através da intervenção de seu cunhado, Lorde Monteagle, a sentença foi comutada.[1][2]

Referências

  1. Michael Walsh (ed.). Dictionary of Christian Biography. [S.l.]: Continuum. p. 3. ISBN 0826452639 
  2. The Gentleman's Magazine. [S.l.]: F. Jefferies. 1825. p. 211 
  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.