Thomas Browne

Sir Thomas Browne (Londres, 19 de Outubro de 1605 - Norwich, 19 de Outubro de 1682) foi um polímata inglês e autor de obras variadas que revelam seu amplo conhecimento em diversos campos, incluindo ciência e medicina, religião e o esotérico. Seus escritos revelam uma profunda curiosidade pelo mundo natural, influenciados pela revolução científica da investigação baconiana e são permeados por referências a fontes clássicas e bíblicas, bem como pelas idiossincrasias de sua própria personalidade. Embora muitas vezes descrito como impregnado de melancolia, os escritos de Browne também são caracterizados por sagacidade e humor sutil, enquanto seu estilo literário é variado, de acordo com o gênero, resultando em uma prosa rica e única que vai desde observações ásperas em cadernos até eloquência barroca polida.

Thomas Browne
Sir Thomas Browne, escritor inglês
Nascimento 19 de outubro de 1605
Londres
Morte 19 de outubro de 1692 (87 anos)
Norwich
Nacionalidade Inglaterra Inglês
Ocupação Escritor
Principais trabalhos Religio Medici

Em 1646 propôs a que as cargas (que ainda não se chamavam elétricas) poderiam conceber forças repulsivas. Naquele momento da história das Ciências, predominava a ideia da existência somente de forças atratívas entre cargas. Isto pode ser visto na publicação "De Magnete" de Willian Guilbert (1600).

Obras literáriasEditar


  Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.