Abrir menu principal
Tom Barry
Nascimento 1 de julho de 1897
Killorglin, Condado de Kerry
Morte 2 de julho de 1980 (83 anos)
Cork
Ocupação Político
Serviço militar
Serviço Flag of the British Army.svg Exército Britânico
República da Irlanda Exército Republicano Irlandês
País  Irlanda
Patente General
Conflitos Primeira Guerra Mundial
Guerra da Independência da Irlanda
Guerra Civil Irlandesa

Thomas "Tom" Barry (1 de julho de 1897 – 2 de julho de 1980) foi um dos mais proeminentes líderes de guerrilha do Exército Republicano Irlandês (IRA) durante a Guerra de Independência da Irlanda de 1922. Em um dos combates mais notórios deste conflito, ele liderou um grupo de 100 combatentes a escapar de uma emboscada em Crossbarry, contra uma força de 1 200 soldados ingleses.[1]

Após a independência da Irlanda ser conquistada, ele se opôs (junto com a facção mais radical do movimento republicano irlandês) ao governo que sucedeu o domínio britânico, mas acabou no lado perdedor da subsequente guerra civil. Ele foi preso pelas forças do Estado Livre Irlandês em maio de 1923. Solto no ano seguinte, ele continuou a trabalhar com grupos extremistas pró-republicanos, especialmente na região norte do país. Em 1949, escreveu suas memórias, intitulado Guerilla Days in Ireland ("Dias de Guerrilha na Irlanda"). Barry faleceu em julho de 1980.[2]

Referências

  1. Ryan, Meda (1982). The Tom Barry story. Dublin: Mercier Press. p. 12. ISBN 978-0-85342-672-1 
  2. Peter Hart, ‘Barry, Thomas Bernardine (1897–1980)’, Oxford Dictionary of National Biography, Oxford University Press, 2004
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.