Abrir menu principal
Tommy Ryan Boxing pictogram.svg
Informações pessoais
Categoria Meio-Médio & Peso-Médio
Nacionalidade Estados Unidos Americano
Data de nasc. 31 de março de 1870
Cidade natal Redwood, Nova Iorque
Falecimento 3 de agosto de 1948 (78 anos)
Local Los Angeles, Califórnia
Estilo Ortodoxo
Cartel
Lutas 108
Vitórias 85
Nocautes 71
Derrotas 4
Empates 11

Tommy Ryan (Redwood, 31 de março de 1870 - Los Angeles, 3 de agosto de 1948) foi um grande pugilista americano, que foi campeão mundial dos meios-médios entre 1894 e 1898; e posteriormente campeão mundial dos pesos-médios entre 1898 e 1906.[1][2]

BiografiaEditar

Tommy Ryan, cujo nome verdadeiro era Joseph Youngs, começou sua carreira em 1887, aos 17 anos de idade. Muito ágil, mas também um pegador, Ryan lutou entre os meios-médios e os pesos-médios, tendo conseguido alcançar o topo nas duas categorias.

Seu primeiro título veio em 1894, quando ele derrotou Mysterious Billy Smith e conquistou o título de campeão dos meios-médios. Uma revanche entre os dois viria a acontecer cerca de um ano depois, muito embora este segundo embate tenha ficado incompleto por causa da interrupção da luta pela polícia. Ryan manteve o título.[1][2]

Em 1896, Ryan sofreu uma derrota por nocaute para Kid McCoy, em uma de suas poucas derrotas na carreira. Reza a lenda que McCoy, um notório expert em trapaças, fez-se passar por doente antes da luta, espalhadando farinha em todo seu rosto. Lenda ou não, o fato é que McCoy pôs Ryan à lona, no 15º assalto desta controvertida luta.[1][2]

Após passar quatro anos como o campeão dos meios-médios, em 1898, Ryan decidiu abandonar seu título, no intuito de disputar o título de campeão dos pesos-médios, que estava vago desde que Kid McCoy optara por lutar apenas entre os pesos-pesados.

Enfrentando Jack Bonner, Ryan levou a melhor nos pontos e passou a ser o novo campeão dos pesos-médios, título este que manteve até 1906, quando resolveu parar de lutar.[1][2]

Em 1991, Tommy Ryan juntou-se à galeria dos maiores pugilistas de todos os tempos, no International Boxing Hall of Fame.[3]

Referências

  1. a b c d «Tommy Ryan no Cyber Boxing Zone» (em inglês). Consultado em 12 de setembro de 2010 
  2. a b c d «Tommy Ryan no BoxRec (Cartel)» (em inglês). Consultado em 12 de setembro de 2010 
  3. «Tommy Ryan no International Boxing Hall of Fame» (em inglês). Consultado em 12 de setembro de 2010 

Ver tambémEditar