Transmissão direta

Transmissão direta de uma doença é o mecanismo de transferência de um determinado agente causador (vírus, bactérias, protozoários, etc.) em que não há interferência de veículos (vetores).[1]

Tal mecanismo pode se dar de modo imediato, quando existe contato físico entre a fonte primária de infecção e o novo hospedeiro (por exemplo: transmissão de Doenças Sexualmente Transmissíveis), ou de modo mediato, quando não há contato físico entre a fonte primária de infecção e o novo hospedeiro (por ex.: a transmissão por meio das secreções oronasais suspensas na atmosfera - gotículas de Flügge - ou por contato pelas mãos e utensílios contaminados).

Referências

  Este artigo sobre saúde é um esboço relacionado ao Projeto Saúde. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.