Traqueotomia

A palavra traqueotomia, derivada do grego, tem como significado etimológico de seu sufixo, tomia, que é uma variação do termo tomo, uma incisão, divisão ou corte. Dessa maneira, entende-se por traqueotomia o procedimento cirúrgico feito à altura da traqueia cervical. O nome desta abertura à traqueia chama-se traqueostomia.[1][2]

Assim como qualquer medida de intervenção médica, a técnica cirúrgica da traqueotomia exige cuidados para minimizar os riscos à saúde do paciente. Portanto, para que a traqueotomia seja realizada cabem algumas exigências, como:

  • Ambiente apropriado, com boa visualização do paciente e condições suficientemente aceitáveis de assepsia..
  • Equipamentos que estejam em ótimas condições de uso para que médicos possam realizar a traqueotomia, assim como ter à disposição vários tipos de cânulas para atender às características físicas ou à condição dos pacientes no caso de a traqueotomia ser feita para ministrar ventilação mecanicamente assistida.

Traqueotomia X traqueostomiaEditar

A Traqueostomia é um buraco criado cirurgicamente na porção anterior e medial do pescoço e da traqueia. O termo para o procedimento cirúrgico para criar esta abertura é traqueotomia.

A traqueotomia é o procedimento cirúrgico que estabelece abertura da traqueia para qualquer fim médico, no entanto é comummente feita com intuito de reparação de alguma anomalia na eficiência respiratória do indivíduo submetido à tal intervenção.

A traqueostomia, por sua vez, é o nome da abertura cirúrgica da pele (traqueostoma), exteriorizando a traqueia cervical através da inserção de próteses, (cânulas de materiais diversos, selecionados mediante as características e necessidades do paciente) objetivando o estabelecimento de uma comunicação do orifício traqueal com a pele, a fim de que se supra a necessidade de ventilação durante problemas respiratórios em situações de emergência.

  1. «BJORL - Brazilian Journal of Otorhinolaryngology». oldfiles.bjorl.org. Consultado em 22 de janeiro de 2016 
  2. «Aula de Traqueotomia e Traqueostomia - Documents». Docslide.com.br. Consultado em 22 de janeiro de 2016