Triboluminescência

A triboluminescência,[1] também conhecida como mecanoluminescência, é a designação dada à propriedade que certos materiais têm de emitirem luz quando mecanicamente solicitados. Sob pressão ou extensão súbitas, tais materiais reagem emitindo luz.

Triboluminescência em quartzo
Triboluminescência no salicilato de nicotina

Há vários materiais que exibem tal propriedade, sendo o mais comum deles o açúcar.[2] Outros materiais que exibem triboluminescência são o ácido tartárico, sulfato de lítio mono-hidratado, e o ácido cítrico mono-hidratado.[2]

Um diamante pode começar a brilhar ao ser friccionado. Isso às vezes acontece com diamantes, enquanto uma faceta está sendo comprimida contra o solo ou o diamante está sendo serrado durante o processo de corte. Os diamantes podem ter fluorescência azul ou vermelha. Alguns outros minerais, tais como quartzo, são triboluminescentes, emitindo luz quando friccionados.[3]

Referências

  1. Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa: triboluminescência. Versão eletrônica (http://www.dicionariodoaurelio.com/Triboluminescencia.html) acessada às 12:41 horas UTC de 06 de outubro de 2013.
  2. a b Phys. Rev. B 21, 816 – Published 15 January 1980 - Versão eletrônica: (http://prb.aps.org/abstract/PRB/v21/i2/p816_1) acessada às 15:50 horas UTC de 06 de outubro de 2013.
  3. «Rockhounding Arkansas: Experiments with Quartz» (em inglês). Rockhoundingar.com. Consultado em 30 de novembro de 2013 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar