São Tudual (morreu c. 564), também conhecido como Tual, Tudual, Tudgual, Tugdual, Tugual, Pabu, Papu ou Tugdualus (latim), era um monge bretão, considerado um dos sete santos fundadores da Bretanha.

Tudual
Ícone de São Tudual
Morte  
564
Gloriole.svg Portal dos Santos

VidaEditar

Dizia-se que Tudual era filho de Hoel (Hoel I) e irmão de São Lenorius.[1] Tudual viajou para a Irlanda para aprender as escrituras e depois se tornou um eremita na Ilha de São Tudual Leste, na costa do Norte de Gales. Tudual mais tarde imigrou para a Bretanha, estabelecendo-se em Lan Pabu com 72 seguidores, onde estabeleceu um grande mosteiro sob o patrocínio de seu primo, o Rei Deroch de Domnonée. Ele viajou a Paris para obter a confirmação da concessão de terras do rei Quildeberto I, que insistia ser bispo de Tréguier.[2]

Tudual é mostrado na iconografia como um bispo segurando um dragão, agora o símbolo de Tregor. Sua festa é celebrada em 30 de novembro ou 1º de dezembro.

Tro Breizh (em bretão para "Tour da Bretanha") é uma peregrinação que liga as cidades dos sete santos fundadores da Bretanha. Esses sete santos eram monges celtas da Grã-Bretanha por volta do século V ou VI que foram à Bretanha para ministrar aos bretões que se estabeleceram lá após as incursões anglo-saxãs em sua terra natal.[3] Entre os primeiros bispados estava Tréguier, a cidade de São Tudual.

GaleriaEditar

Referências