Undisputed III: Redemption

filme de 2010 dirigido por Isaac Florentine

Undisputed III: Redemption (O Lutador/O Imbatível III: Redenção) é um filme de ação de 2010 dirigido por Isaac Florentine e estrelado por Scott Adkins, Michael Shannon Jenkins, Mark Ivanir e Hristo Shopov.[2] Este terceiro filme da franquia iniciada pelo filme Undisputed em 2002, acontece vários anos após os eventos de Undisputed II: Last Man Standing.

Undisputed III: Redemption
O imbatível III: Redenção (BRA)
 Estados Unidos
2010 •  cor •  96 min 
Direção Isaac Florentine
Produção Israel Ringel
Roteiro David N. White
Elenco Scott Adkins
Mykel Shannon Jenkins
Mark Ivanir
Hristo Shopov
Robert Costanzo
Marko Zaror
Gênero ação
Companhia(s) produtora(s) Nu Image
Distribuição Nu Image
Lançamento 1 de Junho de 2010
Idioma inglês
Orçamento US$ 3 milhões (aprox.)
Receita US$ 282,548 milhões [1]
Cronologia
Undisputed II: Last Man Standing (2006)
Boyka: Undisputed (2016)

O filme trata de torneios de luta clandestinos com condenados em prisões, envolvendo altas apostas e esquemas mafiosos. Este terceiro filme foca na redenção de Yuri Boyka (Scott Adkins), um lutador condenado que foi humilhado numa luta e teve seu joelho quebrado e mau recuperado.

EnredoEditar

Anos se passaram desde que Yuri Boyka (Scott Adkins) sofreu uma derrota humilhante e seu joelho foi quebrado pelas mãos do boxeador americano George "Iceman" Chambers (Michael Jai White) na prisão. Humilhado por sua lesão, Boyka se exilou dos holofotes para se tornar o esquecido zelador da prisão. Durante este tempo, o chefe da máfia, Gaga, expandiu seu negócio de torneios penitenciários para um torneio inter-prisão chamado Campeonato da Prisão Spetz (CPS), que reúne apostadores e os melhores lutadores de prisões de todo o mundo para competir pela liberdade. Quando Boyka sabe que as preliminares estão ocorrendo dentro de sua prisão e sua liberdade condicional é negada, ele começa a treinar em particular para fazer seu joelho funcionar novamente.

Logo após o atual campeão, Vladimir Sykov, derrotar seu oponente na rodada final do torneio da prisão, Boyka o desafia no local e rapidamente o derrota, tornando-se o representante russo para o CPS.

Boyka é transferido para a prisão de Górgon na Geórgia, onde encontra um grupo diversificado de oito prisioneiros internacionais que serão seus oponentes, e se esforça para não demonstrar seu joelho ruim.

Embora os lutadores tenham direito a uma hora de treino por dia, são colocados quase em tempo integral juntos com prisioneiros comuns para trabalhos braçais forçados numa pedreira, enquanto o lutador colombiano escolhido dos chefes do esquema, Raul "Dolor" Quiñones, recebe tratamento especial com sessões de treino particulares e drogas para melhorar o desempenho. Durante a sua estada, Boyka entra em conflito com o boxeador americano Jericho "Turbo" Jones, que se mostra desrespeitoso, insubordinado e falador, o que faz Boyka lembrar do outro boxeador Chambers.

À cada rodada os lutadores perdedores são mandados para sua respectiva prisão de origem, mas no meio do caminho sempre são surpreendidos com um destino pior.

ElencoEditar

PrêmiosEditar

Undisputed III ganhou o prêmio de melhor diretor e melhor coreógrafo de luta na edição de 2010 do ActionFest. Venceu melhor coreografia de luta (Larnell Stovall), melhor performance de ação do ano (Mykel Shannon Jenkins) e melhor ator protagonista de filme de ação (Scott Adkins) no Film Award.[3]

Referências

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um filme é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.