United Aircraft and Transport Corporation

United Aircraft and Transport Corporation
Padrao 2.svg
Tipo
Concepção
Data
Utilização
Seguido por

A United Aircraft and Transport Corporation foi criada em 1929, quando William Boeing da Boeing se associou a Frederick Rentschler da Pratt & Whitney para formar um conglomerado verticalmente integrado, unindo interesses comerciais em todos os aspectos da aviação — combinando a fabrição de aviões e seus motores e serviços de transporte aéreo, para atender todos os mercados, tanto o civil (carga, passageiros, privada e correio aéreo) quanto o militar.[1]

Depois do que ficou conhecido como "Air Mail scandal" de 1934, o governo dos Estados Unidos concluiu que esse tipo de conglomerado gigantesco era anticompetitivo, e novas leis antitrustre proibindo esse tipo de concentração. Isso forçou a United Aircraft a se dividir em três empresas: a United Aircraft (atualmente United Technologies Corporation), a Boeing Airplane Company e a United Air Lines.[2]

ReferênciasEditar

  1. Sobel, Robert (1972). The Age of Giant Corporations: a Microeconomic History of American Business, 1914-1970. Westport, Conn., Greenwood Press: Greenwood Press. ISBN 978-0-8371-6404-5. OCLC 488208 
  2. Herman, Arthur (2012). Freedom's Forge: How American Business Produced Victory in World War II. New York, NY: Random House. p. 6. ISBN 978-1-4000-6964-4 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.