Urânio (usurpador romano)

figura da história romana
Disambig grey.svg Nota: Para outras acepções, veja Urânio (desambiguação).

Urânio (em latim: Uranius) foi um usurpador romano citado na obra de Zósimo e que esteve ativo durante o reinado de Heliogábalo ou Alexandre Severo. Contudo, é possível que Zósimo tenha confundido o usurpador com Lúcio Júlio Aurélio Sulpício Severo Urânio Antonino (Lucius Julius Aurelius Sulpicius Severus Uranius Antoninus), que, de acordo com as evidências numismáticas, reinou em 254 (quase quarenta anos depois) na Síria romana.

Urânio
Usurpador do Império Romano
Moeda de Urânio Antonino. No anverso, inscrições em grego e uma data na contagem selêucida. No reverso, o templo de Emesa dedicado ao deus-sol Heliogábalo com a pedra sagrada.
Antecessor(a) Heliogábalo ou Alexandre Severo
Sucessor(a) Heliogábalo ou Alexandre Severo

Ele era um sacerdote de uma religião local e se chamava originalmente Sampsiceramus. Porém, não é claro se as moedas cunhadas na Síria são de fato da mesma pessoa citada nos textos. Se a data posterior for correta, é possível que Urânio tenha ajudado a defender o Império Romano do ataque de Sapor I do Império Sassânida.

Nada mais se sabe sobre ele.

BibliografiaEditar

  • Hans Roland Baldus: Uranius Antoninus. Münzprägung und Geschichte. Habelt, Bonn 1971 (Antiquitas Reihe 3, Band 11).
  • Udo Hartmann: Das palmyrenische Teilreich (Oriens et Occidens 2). Stuttgart 2001.
  • Elizabeth Jeffreys, Michael Jeffreys, Roger Scott: The Chronicle of John Malalas. A Translation (Byzantina Australiensia 4), Australian Association for Byzantine Studies, Melbourne 1986, S. 162f., ISBN 0-9593626-2-2.

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Urânio (usurpador romano)