Usuário(a):GABS/Argumentos

Nesta página estão alguns textos que servem para justificar com mais detalhes alguns tipos de edições que eu faço sem a necessidade de repeti-los em todo lugar do qual a aplicação deles foi feita e por qualquer razão seja polêmica ou contestável. Chamei-os de "Argumentos" pois não acredito que eles sejam completos ou relevantes o suficiente para chamá-los de "Ensaios" conforme os tantos que já temos por aí. Por razões óbvias, a maior parte desse conteúdo está bastante enviesada pela visão brasileira de mundo, isso não deve ser interpretado como imposição e sim como falha da minha parte.


Mesmo sendo essa uma subpágina do meu usuário, sinta-se livre para adicionar, corrigir, contestar o texto aqui escrito. seja prudente com esse poder.


Não utilize logotipo em artigos de aeroportos!Editar

 
Não faça isso!

Logos e logotipos são criados pelas organizações para que sirvam como elementos de identidade de marca, marketing e publicidade. No entanto, a utilização deles em artigos sobre aeroportos não faz nenhum sentido pois o aeroporto em si é uma instalação física e não jurídica. Aeroportos não são empresas, são espaços físicos.

Não faz sentido ilustrar um artigo sobre aeroporto privado com o logotipo da empresa que o opera (ou das empresas que operam nele) na mesma medida que não faz sentido ilustrar o artigo Empire State Building com o logo da Empire State Realty Trust - ESRT (imobiliária dona do prédio), ou com os logotipos das empresas que existem no espaço interno do prédio.

Não faz sentido ilustrar um artigo de aeroporto público com o logo, bandeira ou escudo do Estado ou do órgão que o administra na mesma medida que não faz sentido ilustrar o artigo Palácio do Planalto com a bandeira do Brasil.

Nesses casos, a utilização dos logos serve apenas como elemento publicitário dessas empresas e organizações e não adiciona nada de conteúdo relevante para o tema em si. Além de fazer a ilustração do artigo ficar em alto risco de obsolescência, pois a manutenção da ilustração não é garantida caso o logotipo mude ou a empresa operadora mude (ou empresas que operam ali deixem de fazê-lo), o que acontece com frequência alta em aeroportos privados.

A inserção dos logos ou logotipos nesses artigos é especialmente problemática quando elas estão dentro da Predefinição:Info/Aeroporto, pois além de transformarem os artigos em peças de publicidade, também diminuem consideravelmente a qualidade visual da Infocaixa. Os logotipos também não deixam de ser inapropriados dentro das sessões do artigo que contextualizam a administração dos aeroportos, pois o artigo em si não é sobre essas empresas e sim sobre o espaço físico de operação, até mesmo nesses casos o logo deve ser utilizado com cautela. Nos casos em que essas empresas são relevantes ou notórias por si só, então elas provavelmente terão artigo próprio ou são bons candidatos a terem artigo próprio, onde a utilização ilustrativa de logos e logotipos faz sentido.


Faço aqui uma ressalva: Nos artigos sobre bases aéreas ou aeroportos militares, em alguns casos faz sentido utilizar a imagem do esquadrão(ões) que ali estão pois historicamente, algumas bases são criadas unicamente para servirem de ponto focal de operação daquele órgão militar em si. Mas isso é uma exceção que deve ser analisada caso-a-caso e, do meu ponto de vista, no geral também não acontece com frequência. Na dúvida, não utilize.


Esse tópico já foi discutido mais de uma vez no Projeto Aviação e parece ser consenso entre os membros que não se deve utilizar essas imagens.


"Mas GABS, a Wikipédia "x" usa essas imagens." - Verdade, elas o fazem. Se as outras Wikipédias pularem da ponte, vamos também?

"Mas GABS, o uso dessas imagens não é proibido pela politica "x"." - Verdade, não é. Pular da ponte (geralmente) não é proibido também, não significa que te fará bem se o fizer.


Se você está tentando ilustrar um artigo sobre um aeroporto, considere utilizar no lugar do logotipo uma fotografia do próprio aeroporto, seja do edifício, da pista ou uma fotografia aérea.

Vítimas de acidentes aéreos não estão automaticamente no âmbito do Projeto Aviação!Editar

Nos artigos que versam sobre pessoas que morreram em acidentes aéreos só inclua a marca de projeto "Aviação" se essa pessoa realmente teve algum nível de importância para aviação. A eventualidade de uma ocorrência aeronáutica ter causado a morte desta pessoa não faz, automaticamente, com que ela tenha importância no assunto "Aviação".

Imagine que estranho ficaria se incluirmos em todos os artigos de biografia a marca de projeto "Astrologia" só porque o artigo fala sobre uma pessoa que vive ou viveu no planeta Terra. Seria estranho não mesmo? Aqui se aplica a mesma lógica. No acaso de uma pessoa que foi importante para aviação e tenha morrido em um acidente aéreo, aí sim o uso da marca é apropriado devido aos feitos de vida dessa pessoa e não apenas o contexto de sua morte.

Faço minhas as palavras do usuário "Yanguas":

Citação: [...]e não deixa de ser engraçado. Se a moda pega, mortos por afogamento vão pro projeto Oceanografia ou Náutica, e mortos por enforcamento ou queda, projeto Física (já que morreram em decorrência da gravidade).